Portugal tem coisas fantásticas

Capture

Portugal tem coisas fantásticas, e quando quer, isto é, quando se organiza, quando investe nas capacidades técnicas, científicas e humanas que foi capaz de desenvolver, quando olha para o exterior e aceita desafios de competitividade, revela desempenhos muito meritórios. Um desses exemplos é a florescente indústria metalúrgica, metalomecânica, de construção de máquinas e afins. Poucos sabem, mas Portugal é um grande fabricante de máquinas que são muito valorizadas por esse mundo fora. Esse é um reflexo da qualidade da nossa engenharia dando corpo a um setor industrial que, em muito, contribui para imagem de um Portugal moderno, com futuro e capaz de realizações fantásticas.

De acordo com um estudo divulgado pela AIMMAP – Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal, o ano de 2015 será o melhor ano de sempre em termos de exportações. O valor acumulado de vendas ao exterior até Novembro de 2015 era de 13.598 milhões de euros, o que permitirá atingir um valor anual de vendas que ultrapassará os 14,5 mil milhões de euros. Os valores obtidos até Novembro de 2015 equivalem a um crescimento de 6,7% relativamente ao mesmo período de 2014.

Isto é muito significativo, especialmente num tipo de indústria muito exigente, altamente qualificada e que exige elevados padrões de qualidade e eficiência para poder ser minimamente competitiva em termos internacionais.

Comments

  1. Helder says:

    Excelente notícia!
    Concordo com o que é dito, quando nos organizamos sabemos ser bons. Por vezes até excelentes.
    Agora um pequeno aparte que gostava de saber, será esta uma indústria que paga apenas o salário mínimo como média? Duvido…
    Espero que para bom entendedor isto baste.

    Parabéns à indústria metalúrgica, metalomecânica, de construção de máquinas e afins. Desconhecia e acabei de ficar com o dia ainda mais cheio de sol. Obrigado!

  2. Nightwish says:

    Isso lembra-se do desperdício que foi fechar a Sorefame e a falta de investimento na EMEF. Enfim.

  3. Miguel says:

    Boa!

    Só gostava de saber quais os nomes dessas empresas… É que por vezes tendem a exagerar um pouco..