Penálti sr. Árbitro

Escrever sobre bola é sempre um momento muito delicado em terras lusas – como alguém terá dito um dia, o futebol é a mais importante das coisas, de todas aquelas que não têm interesse algum.benfica

Mas, em Portugal há uma forma muito estranha de ver futebol – muito pouca gente vê futebol e quase todos, com umas lentes coloridas, observam apenas o que o coração quer ver, mesmo que os olhos teimem em mostrar uma realidade diferente.

O Sport Lisboa e Benfica só foi grande porque Salazar queria. Mais tarde, outros ganharam, apenas e só porque a fruta era de qualidade. De um lado ignoram-se craques como Jardel, Falcão ou Hulk e do outro, jogadores como Oblak, Aimar, Saviola ou Enzo não eram suficientes para se esquecerem colinhos e túneis.

Nos tempos mais recentes, o JJ mudou de lado, lá na BCI da mouraria e assiste sentado e em silêncio aos comentários do seu patrão, que um dia atrás do outro, insiste em dizer que todas as vitórias que Jorge Jesus teve vestido de vermelho, se deveram às caixas do Eusébio. Já agora, uma nota de interrogação: não há por aí uma só alma jornalística que pergunte ao JJ o que pensa ele desse comentário do patrão?

E, chega todo este paleio redondo aos vossos ecrãs, porque o fim-de-semana foi fértil em erros de arbitragem. Jonas saltou para uma falta inexistente, a mesma falta que levou Maxi ao chão. [Read more…]

Último Eco

No último livro, na última página, na última frase, à frente da última palavra está o último ponto. “Sol”, ponto final. Número zero.

  

Y

Uma das mais violentas batalhas que hoje se trava no mundo ocidental é entre cromossomas. E um deles está sozinho.

O futebol é uma coisa estranha

No jogo Bayer Leverkusen – Borussia Dortmund, perante a teimosia do treinador do Leverkusen em não sair de campo, depois de ter sido expulso, o árbitro chateou-se e foi embora.

Bilhete do Canadá: Ginástica do pendura

Autor desconhecido

Autor desconhecido

Um dia destes Passos disse que António Costa ajoelhou diante da Comissão Europeia. Como se não fosse essa a transitória, mas nem por isso menos infeliz posição de todos os estados da Europa do Sul conduzidos à escravatura financeira por uma clique dirigente que se amesendou em Bruxelas sem ter sido eleita.

Passos, a fazer o pino na sua actual carreira de cómico, vê o mundo a partir da sua cabeça para baixo e pés no ar. No tempo em que tinha a cabeça no ar e os pés no chão, esteve gloriosamente de cócoras.  Primeiro como gestor dos dinheiros europeus a fundo perdido via Tecnoforma, sempre de braço dado com Relvas; depois, a babar-se, quando foi primeiro ministro para ir além da troika, pondo Portugal na penúria.

[Read more…]

Regulador chumba negociata de Passos Coelho

PPC ANAC

É caso para dizer que o tiro lhes saiu pela culatra. O governo PSD/CDS-PP nomeou os mãos-largas que promoveram aumentos na ordem dos 150% na direcção da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) mas a entidade acabou por não optar pelo colaboracionismo que eventualmente seria de esperar. Isto porque a ANAC emitiu um parecer negativo relativamente à operação de privatização da TAP, feita em cima do joelho durante a curta vigência do governo de gestão de Pedro Passos Coelho. Vai daí impôs um conjunto de medidas cautelares que colocam limitações à actual gestão, até que o novo processo de venda do actual governo esteja concluída. [Read more…]

Dualidade de critérios

A Dra. Manuela Ferreira Leite acha que o Primeiro-Ministro não pode criticar o Banco de Portugal e “deve estar calado”. Já o Tribunal Constitucional, órgão de soberania, pode ser chantageado durante 4 anos que não vem mal ao mundo.