Não precisas de agradecer, Passos. Ficaste mal na mesma


porta

Pedro Passos Coelho cedeu à pressão e já não vai apresentar a compilação de mexericos de José António Saraiva. Depois de ter dito “Não sou de voltar com a palavra atrás nem de dar o dito por não dito. Estarei a fazer a apresentação dessa obra”, o líder do PSD foi igual a si próprio e, tal como em tantas outras ocasiões, a palavra dada não foi palavra honrada. Nada que surpreenda, vindo de quem vem

Com ou sem participação neste festim da devassa e da intriga, não há nada que a máquina de propaganda do PSD possa agora fazer que apague a intenção de Pedro Passos Coelho em associar-se à Casa dos Segredos do arquitecto Saraiva. O líder do PSD sabia no que se estava a meter, teve tempo mais que suficiente para se demarcar, mas resistiu, até à última, na sua participação nesta tertúlia de pocilga. Provavelmente, até perceber que isso lhe poderia custar o partido e destruir a pouca credibilidade que lhe resta. Resultado? Que se lixem as eleições lixe o Saraiva.

Portanto nem vale a pena agradecer toda a pressão, indignação e chacota de que foi alvo nos últimos dias, decisivos para que pedisse, segundo noticia hoje a imprensa, que o amigo e indefectível apoiante o “desobrigasse” da apresentação pública da sua defecação escrita. Passos não teve sequer a coragem de assumir a ruptura com este ataque vergonhoso à intimidade dos visados, optando por se refugiar em motivações pessoais. Para a história fica um candidato a primeiro-ministro que, sabendo estar perante este arremesso de lama reles e ordinário, resistiu até que a situação se tornasse absolutamente insustentável, saindo, como um cobarde, pela porta do cão da porta pequena dos fundos.

Comments

  1. Afonso Valverde says:

    Típico. Só não vê quem quer ser “cego”*. Sim porque isso de ser “cego” é, também, uma escolha.
    Fico intrigado como é que os militantes do PSD (é seita ou ainda é partido?) toleram estas ações mediocres!!!???
    “cego” = incapacidade para raciocinar.

  2. Afonso Valverde says:

    Quanto ao postal: Touché.

    • Martinhopm says:

      Na minha cozinha, tenho um sistema semelhante para a Labradora poder entrar e sair. Atenção que não estou a confundir e a rebaixar a cadela..

  3. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Pedro Passos Coelho, tal como o Juiz de Mação pertencem à pandilha dos que não pesam as palavras que lançam pela boca fora…
    Fazem afirmações bombásticas que acabam sempre de forma que lhes concede o ar de perfeitos idiotas incontinentes.
    O seu desejo de “aparecer”, é suficiente para os triturar.
    Se isto fosse futebol diria que eram dois JJ.
    Assim basta dizer é PPC.

    • Afonso Valverde says:

      Sr.Ernsto,

      Sobre o sr. juiz vá, por favor, ler o “doportugalprofundo”.
      Creio que é preciso abrir os ponos de vista porque há muito “lixo” nos horizones que ajudam a confundir.

      • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

        Na parte que me toca, caro Afonso Valverde, não há “lixo” nenhum que tolha a minha vista, pois penso só pela minha cabeça.
        Estes super homens fabricados à imagem de um qualquer estrangeiro famoso são fumaça que se desfaz ao primeiro sopro. Um homem que aprova a prisão de um cidadão sem culpa formada – estou à vontade para falar, porque acho Sócrates um ser execrável – não merece a menor pinga de respeito.
        Já pensou que a arbitrariedade poderia ter acontecido consigo?
        Cumprimentos.

  4. Já te aturo há uma carrada de tempo... says:

    Ver com muita atenção…

    • algum minuto em particular? nao tenho meia hora para o terço da farinheira de Mação, lamento.

      • Já te aturo há uma carrada de tempo... says:

        Creio que no min. 1.28 e seguintes +/-…
        Seja um bom farinheiro e veja o vídeo todo…. (ao fim de semana ).

      • José Peralta says:

        João Mendes
        Na linha vermelha em baixo, que mostra a progressão do vídeo (de qualquer vídeo) clicando no lado esquerdo do rato e com a “mãozinha” sobre o pequeno círculo que logo aparece nessa linha e vai acompanhando essa progressão , pode avançar e recuar o visionamento, a seu bel-prazer.

  5. Afonso Valverde says:

    Qual é o problema ter “convicções religiosas” ou fé religiosa e ter manifestações desse carácter?
    Portugal está cheio destes rituais.

  6. Com gente assim, o que se devia esperar ; não há paciência para tanta farinheirada !!!

  7. António Melo says:

    Se concordarmos que a nossa expressão verbal é um espelho da nossa alma, isto é, do nosso eu interior, da nossa consciência, do rigor do nosso pensamento, da estruturação do nosso conhecimento do mundo, então teremos que concordar que a incontinência verbal (também conhecida como logorreia – e note-se a proximidade fonética com diarreia) demonstra os vícios de um pensamento que não se respeita a si próprio nem aos seus semelhantes, um pensamento que, paradoxalmente, não pensa, próprio de um ser que não estudou, não trabalhou, não adquiriu conhecimento, que não demonstra capacidade de estabelecer laços de solidariedade e harmonia com os outros, que é oco e vazio, sem densidade nem dignidade. Este retrato faz-vos lembrar alguém ? Exactamente : Pedro Passos Coelho. É que a criatura evidencia todos os sintomas de uma doença (de personalidade) grave : a compulsão para a mentira e a falsidade sonsa e mesquinha; a já referida logorreia num grau muito elevado; a falta de escrúpulos, de seriedade e verticalidade (quer como cidadão – Tecnoforma, imposto, contribuição para a segurança social, etc. – quer como político (distinguindo-se neste caso pelo insulto permanente aos seus concidadãos, mormente aqueles que foram mais atingidos pelas suas políticas nefastas e pelo lambecuzismo em relação aos seus patrões europeus). Enfim, haverá alguém que ainda se admire com as pantominices deste indivíduo ?

  8. José Dias says:

    Que tristeza de “elite” esta!!!

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Alterar )

Connecting to %s