Angustiante


siria

Esta imagem, de um dos dois maiores hospitais em Alepo ainda em funcionamento, que foi ontem atingido e destruído por um novo bombardeamento do regime sírio, é o reflexo de um país transformado numa pilha de cacos e cadáveres, onde diferentes poderes se entretêm a arrasar tudo à sua volta, para gáudio de fabricantes de armas e outros terroristas que fazem fortuna com a devastação no Médio Oriente. É angustiante, um autêntico nó na garganta, visualizar imagens como esta. Não quero nem consigo sequer imaginar o que será viver ali. Não admira que milhões prefiram enfrentar o Mediterrâneo ou regime fascista de Viktor Orbán.

Foto: Taher Mohammed@Expresso

Comments

  1. Anónimo says:

    Na notícia dão a entender que o governo Sírio, é que está a bombardear e a matar a população civil.
    Omitem que o governo Sírio se está a defender o país de uma invasão, e que os invasores e mandantes são inocentes, e respeitam a humanidade.
    Passam em claro os crimes dos invasores, do Isis, braço armado dos aliados, Nato, UE, EUA, Turquia, Arábia Saudita e Israel.
    O objectivo desta guerra sempre foi, depor o Assad, destruindo o país com a “ajuda” do Isis, avançar a fronteira da NATO, e abrir caminho para o petróleo do Irão, sem qualquer consideração pelas vidas humanas.
    Tal como no Iraque.

  2. anónimo says:

    Sempre que ouço falar dos “crimes” do governo da Síria, lembro-me da cimeira das Lages e das “provas” da existência de armas de destruição em massa de Saddam… Até havia fotografias dos satélites apresentadas na ONU!
    Mas a realidade é que terroristas e mercenários de diversos países e os EUA, a UE, a Turquia, Israel e outros vão bombardeando a Síria e matando o povo sírio … porque não gostam de Assam (mas gostam do petróleo).
    Como disse há dias o MNE da Rússia parece que qualquer um se sente no direito de bombardear a Síria!

  3. Rui Silva says:

    Tirando a parte dos pedaços de cimento partido e aquilo que me parece ser um “estore” caído, este quarto de hospital é de longe muito melhor e mais sofisticado tecnologicamente que um hospital venezuelano que há dias vi também numa fotografia.

    Rui Silva

  4. A.Silva says:

    Olha o joão mendes a cavalgar a tese dos criminosos dos EUA/UE/monarquias islâmicas, de que o governo sirio (o que é o regime?) passa o tempo a bombardear hospitais e civis. Mas com tanta idiotice, acham mesmo que alguém consegue ganhar uma guerra se só atinge alvos civis deixando de fora os alvos militares do inimigo?

    Mantenham as palas que o império impõe que vão longe.

  5. Não existem justificações em atacar deliberadamente hospitais, quer o ato seja do IS ou da al-Qaeda, quer dos Americanos, ou de regime de Assad, ou dos Russos. Tratam-se de crimes de guerra.

    Desde i início da guerra civil na Síria, os hospitais foram já atacados por mais de 400 vezes. Os ataques são deliberados, nunca são resultados de “danos colaterais”.

    O problema é os crimes cometidos ficarão impunes, porque quem os comete não é africano, nem ninguém dos Balcãs, para ser levado ao Tribunal de Haia.

  6. Será de interesse saber que o povo russo não está a ser informado do que se passa na Síria:

    https://www.theguardian.com/world/2016/oct/03/russia-media-coverage-syria-war-selective-defensive-kremlin

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s