Tempo de antena do Comité Central da PàF

Depois do sucesso que foram as declarações do camarada Passos, recuperadas pelo totalitário Luís Vargas, recordemos o camarada Núncio, imortalizado por lutas famosas como a Lista VIP e os Vistos Gold.

Morte ao capitalismo!

Fonte: Geringonça

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    Isto é a política no seu melhor. Ou se quiserem: ” sei o que disseste no Outono passado”.
    Mas nada me espanta. Já vi de tudo na política. Desde o falecido Acàcio Barreiros a considerar um governo de iniciativa presidencial (Nobre da Costa) um “curto circuito na Constituição”. O deputado João Morgado do CDS, penso que já falecido, a defender que os portugueses só deviam ter relações sexuais para procriarem.
    Jaime Gama a chamar Alberto João Jardim de ” Bokassa da Madeira”. Anos depois, o mesmo Jaime Gama, como Presidente da AR, numa visita á Madeira elogiou o grande timoneiro da Região Autónoma, Alberto João Jardim. Enfim, Portugal é um país de políticos pouco fleumáticos. Jaime Nogueira Pinto disse uma vez na televisão mais ou menos isto: Em política nunca se deve valorizar ou elogiar uma personalidade de tal forma que á posteriori se torne difícil voltar atrás na nossa afirmação.

Trackbacks


  1. […] é que surpreenda, ou não tivesse Paulo Núncio um historial de desvios estalinistas. Agora sabemos também que o ex-secretário de Estado do governo Passos/Portas esteve envolvido em […]


  2. […] agora sob a forma deste interessante cartaz. Do lado esquerdo, muito bem atribuído, podemos ver esse grande camarada que é Paulo Núncio, um indivíduo a quem a cunha institucional não é alheia, merecendo o lugar que ocupa no cartaz […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.