Comunidade Portuguesa de WordPress organiza 3º WordCamp no Porto

O Porto vai receber, a 9 e 10 de Novembro, o terceiro WordCamp que se realiza em Portugal. É uma iniciativa da Comunidade Portuguesa de WordPress, agendada para o Instituto Superior de Engenharia do Porto.

As duas anteriores edições foram em Lisboa, em 2011 e 2012, e esta é a primeira vez que o Porto é cenário do evento, sendo esperadas cerca de duas centenas de participantes, não só da região mas de todo o país e, eventualmente, alguns estrangeiros.

WordCampPorto_logo

[Read more…]

Como vai ser a tradução do WordPress para português?

Participe na sondagem para não ficar indiferente  sobre este desacordo que nem pára nem arranca.

Os blogs estão claramente em declínio…

… especialmente se não dizem o que interessa.

blogs-2013

blogs-2013

Estatísticas WP

Não Há Nada Como Realmente

Viva, vamos ter uma nova greve geral!

Estes senhores são uns pândegos. Mas a pãndega deles pode lixar o País.

Mais uma vez têm de mostrar que, logo que chegados ao poleiro do poder, são os maiores lá da rua deles, e que eles é que sabem, e que eles é que são bons.
Não descansam enquanto não nos colocam ao lado dos gregos.
Não poderiam aproveitar esta vontade toda e irem trabalhar? É capaz de se arranjar por aí muito para fazer, mesmo que e apesar de, com ordenados baixos,
O que vale é que os Portugueses são mais inteligentes do que eles julgam!
.

WordPress, o protesto

Pelas razões explicadas esta manhã pelo Helder Guerreiro, hoje o WordPress acordou assim. Lindo. Um dia pode mesmo ser obrigado a fazê-lo por imposição legal norte-americana. Os governos têm de aprender que a internet é nossa.

Os números de 2011

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2011 deste blog. (nota: o Aventar mudou-se para o alojamento WordPress.com em março de 2011, faltando portanto neste relatório mais de 2 meses)

Aqui está um excerto:

O Estádio Olímpico de Londres tem uma capacidade de 80.000 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 1.200.000 vezes em 2011. So fosse o Estádio, eram precisos 15 eventos esgotados para que toda gente o visitasse.

Clique aqui para ver o relatório completo

Vorisbian


O João José Cardoso, meu irmão de armas e de copos, tem um espaço novo no wordpress. Por agora é apenas um quartinho e chama-se Vorisbian, nome do surrealista e anarquista francês que viveu, brevemente, entre 1920 e 1959.
Ninguém espere que o João José Cardoso vá para o seu novo espaço escrever o que escreve no Aventar. O seu contrato nem sequer o permite. Ou muito me engano ou vamos ter por ali um espaço bem alternativo para todos aqueles que estão completamente fartos disto. E isto, todos sabemos o que é.
Que sejas feliz por lá, irmão.

Tchau Sapo, ainda assim gostei deste bocadinho

Quando um hacker coreano achou que as 9000 visitas diárias que tínhamos tido nos dias anteriores eram um bom alvo para intermediar um ataque a uma loja indiana de trapos estilizados, a 16 de Outubro do corrente ano ficámos como a Apollo 13, com um problema. A primeira solução que caiu na mesa foi mudar para o Sapo.

Fui contra, e resisti até ser vencido pelos acontecimentos. Fui contra porque conhecia os blogs do Sapo por fora e não gostava, uma coisa mal amanhada entre o Live Journal e não sei mais quê, agravado por saber que a equipa de apoio foi em tempos a equipa do Terrávista, e o Terrávista foi a primeira experiência muito mal acabada dos portugueses que usavam a net na década passada para a publicação de conteúdos (reparo que nem há uma entrada na Wikipédia para o que foi o maior espaço de produção na rede em língua portuguesa: estórias mal-contadas, nem contadas, e um dias destes meto-me na arqueologia disso, prometo).

O facto é que o apoio da Maria João foi acima de excelente, e grande parte dos problemas normais numa migração de urgência foram superados. Revi opiniões pré-formatadas, e aqui fica o meu pedido público de desculpas por as ter tido.

Sucede que a plataforma do Sapo concorre com a do Blogspot, com a vantagem de ter apoio nacional. Para quem vem do WordPress é como meter o F.C.Porto a jogar num relvado sintético ou em Oliveira de Azeméis: não dá. Sobretudo numa publicação com um elevado número de autores, boa parte dos quais muito pouco dados ao que se passa depois de meterem as letras no monitor via teclado.

O regresso a uma plataforma WordPress, com todos os riscos de segurança que acarreta termos de ser nós a assegurá-la no intervalo de termos muito mais que fazer que a malta precisa de pagar o almoço, tornou-se inevitável.

Obrigado Sapo, apesar de todas as limitações, aprendi mais um bocadinho, e é para isso que andamos na vida.

Os 7 meses do Aventar e o dia dos Fiéis Defuntos

Pois é, hoje fazemos 7 meses de vida e as coisas não nos correm bem. O espírito do Dia dos Fiéis Defuntos é hoje o nosso espírito.

Exactamente há um mês, estávamos em crescendo, as audiências não paravam de subir e em breve iríamos chegar ao 13.º lugar do Blogómetro, que ocupámos durante uma semana.

Mas depois vieram os «hackers» coreanos e a destruição de um trabalho de meio ano. Perdemos muita coisa, tivemos de mudar de casa e a queda nas audiências foi abrupta.

Só que na casa nova, parece que não gostam muito de nós. Parece-me que teremos de apelar ao nosso espírito de ciganos e fazer outra vez as malas. E o WordPress ali tão perto…

Não desanimeis, amigos aventadores. Todos nós somos uns animais bloguísticos e iremos em breve renascer das cinzas. Daqui a um mês, veremos como estão as coisas.

Hoje, definitivamente, não é dia para comemorações. O Valupi vai ficar todo contente.

A nova casa do Aventar: Bom dia, vizinhos!

Hoje é dia de festa no Aventar. Porque estamos a inaugurar a nossa casa nova e porque faz hoje exactamente 6 meses e 17 dias que começámos a postar. É pois dia de comemorar e penso que o Valupi não levará a mal.

Antes de tudo, uma explicação. Começámos a 30 de Março deste ano e nunca pensámos que, 6 meses decorridos, estaríamos em 13.º lugar no «top» dos blogues mais lidos em Portugal. A nossa pobre máquina não aguentou. Depois das 20 mil páginas lidas no dia das eleições, deu o tilt e baqueou. Uns «hackers» indianos aproveitaram a fraqueza e atacaram. O Aventar não se recompôs e, perante as alternativas, a única solução era mesmo mudar rapidamente de casa.

Por isso, cá estamos nos Blogs do Sapo. Por aqui, só queremos ser tão felizes como fomos no WordPress. Já conhecemos alguns dos vizinhos. Eles não gostam muito de nós. Paciência, teremos de conquistar a sua amizade. Quanto ao senhorio, foi de uma simpatia incomparável e só por isso já estamos contentes.

Por tudo isto, hoje é dia de festa no Aventar. Por tudo isto e ainda porque, a partir de hoje, o Aventar conta com um novo elemento. É ele José Reis Santos. Esteve até há pouco tempo no «Simplex» e, no nosso blogue, vem reforçar a ala socratista, que bem precisada está de apoios nestes tempos de maioria relativa.

E cá está o novo Aventar. O mesmo Aventar de sempre, mas numa casa nova. Bom dia, vizinhos!