Será por causa da comparação?

A sério. Cheguei a pensar que, nestes tempos agitados, já nada, vá lá – quase nada -, me surpreenderia. Enganei-me. Está a ser algo frequente nos últimos tempos. Tenho de passar a ser mais cauteloso ao exprimir algumas certezas.

Vamos ao que interessa, que as minhas dúvidas são contas de outro rosário.

Surpreendeu-me que um simples artigo de opinião (no DN), com o qual podemos ou não concordar, mas que não é insultuoso (acho eu), leve um chefe de Governo, ainda por cima o nosso, seja ele bom ou mau, a processar judicialmente um jornalista, neste caso João Miguel Tavares. Será por causa da comparação com Cicciolina?

Comments

  1. Luis Moreira says:

    É por ser verdade!Mas é forte, é um artigo corajoso e coloca Sócrates numa posição que ele a todo o custo quer evitar.Que não é exemplo de ética.E muito menos de ética democrática.Perante este artigo Sócrates faz o que sabe.não rebate, não prova, tenta meter medo!

  2. Isac says:

    Eu acho é que se levanta aqui um precedente perigoso. Afinal pode-se comentar e opinar até que ponto? Posso estar para aqui a mandar o meu bitaite à vontade? Chamar palhaço a alguém é caso de justiça?

  3. Isac says:

    Será que o sr. dr. sócrates também vai processar o Mário Crespo pelas suas “Perguntas” no artigo de opinião no JN?

  4. Ricardo Santos Pinto says:

    ««Eu continuo a ser apenas uma coisa – um palhaço. O que me coloca a um nível bem mais alto do que o de qualquer político.» (Charles Chaplin)

Deixar uma resposta