O vendedor de promessas

Não há uma só vez que este homem não vá ao parlamento e não leve na manga uma promessa. Agora é o aumento do salário mínimo.

 

Quantas promessas ? Ninguem sabe porque tambem ninguem faz ideia nenhuma se são ou não cumpridas, por isso pode oferecer a Lua que todos olham para o dedo que a indica. O que sabemos é que o desemprego não deixa de crescer, que os subsídios da UE tiveram que ser devolvidos, que as contas públicas estão na pior situação de sempre.

 

Mas sempre que vai ao parlamento, inicia a sessão com uma promessa, coloca a Oposição na defensiva, desvia o alvo, a discussão passa a ser " és mentiroso", argumento utilizado a preceito por ambos os lados, mas a promessa faz notícia, segue caminho.

 

Sócrates é um caso do foro psíquico para estudar. À sua volta há o caos, gente a viver mal, a Justiça em tumulto por sua causa, as empresas a falir, e ele continua como se estivesse nos melhores do mundo!

 

Como está provado, mentiu no Parlamento acerca do negócio da TVI, ele é capaz de dizer tudo o que for necessário, "O que parece é" há que vender ilusões, promessas e "manhãs que cantam ".

 

Sócrates, o vendedor de promessas !

Comments

  1. António P. Castro says:

    Que crédito pode merecer ao Parlamento alguém que comprovadamente lhe mentiu?Esta a questão essencial, que o presidente da AR e os deputados – todos os deputados – deviam ter posto a si mesmos esta manhã.Mas, pelos vistos, a dignidade e o respeito que se devem (e a quem os elegeu) ficaram à porta.Depois não se queixem.


  2. Os Parlamentos servem para encontrar consensos que justificam o interesse nacional. Ora, esta gente ainda não percebeu isso, da esquerda à direita. 


  3. A credibilidade de um polítito é tudo.Sócrates quando sair vai perceber o que fez ao país.

  4. António P. Castro says:

    Não me parece que ele tenha sequer essa capacidade.