Este homem tem talento e uma carreira como humorista, onde pagam muito melhor que nos bancos

Perante  a atitude do Governo e do Banco de Portugal, que decidiram  pôr um travão nos ordenados dos banqueiros, diz o homem do BPI:

Ulrich

“DEIXEM-NOS TRABALHAR, NÃO NOS MASSACREM”

“Não é preciso nada disto na Banca portuguesa. Estamos a falar de um problema inglês”, afirmou ao CM Fernando Ulrich, presidente do BPI, acrescentando que “temos mecanismos internos para controlar as remunerações”.
Aquele responsável manifestou-se ontem na conferência da Reuters/TSF contra o excesso de regulamentação no sector bancário. “Estou farto de ser responsabilizado por esta bagunça toda. Esta crise é uma crise anglo-saxónica. Não nos massacrem. Deixem os bancos em paz. Deixem-nos trabalhar”, afirmou o presidente do banco.

Comments

  1. maria monteiro says:

    pois o problema é esse: há demasiado tempo que têm sido deixados a trabalhar … na paz dos anjos

  2. Luis Moreira says:

    E tudo, tarde ou cedo, há-de voltar ao mesmo.Deixem-nos trabalhar…