Um Padre solidário

Um Padre anglicano defende que as pessoas muito desfavorecidas devem roubar os produtos que estão nas montras das grandes superfícies.

O Padre Tim Jones de York (bonita cidade do norte de Inglaterra com um centro medieval absurdamente belo por parado no tempo) diz que é preferível roubar a quem tem muito do que andar a prostituir-se ou a usar a violência.

Uma sociedade que deixa que alguns dos seus caiam na mais funda das misérias, merece ter uns “achaques” de medo e de consciência, que o senhor Padre trocaria de bom grado por uns roubozinhos.

Ora bem, o senhor Padre está a dizer que os roubos são legítimos por matarem a fome a quem nada tem para comer, ou são próprios para que a sociedade não tenha que pagar mais caro?

Isto pode ser visto como uma caridadezinha, estilo chá dançante ? Ou é mesmo “roubem a eito até que os vossos filhos tenham o suficiente “?

Comments

  1. maria monteiro says:

    um padre solidário diria que para matar a fome devia a igreja dar os anéis e ficar com os dedos.

  2. Carlos Loures says:

    Diego Maradona conta que, anos atrás, ouvindo, na Capela Sixtina, João Paulo II verberar a pobreza e a indiferença dos ricos perante o flagelo da miséria, olhava o tecto pintado por Miguel Ângelo, que vale incalculáveis milhões, e pensava «Ouve lá, campeão, por que é não vendes o tecto?».

    • Luís Moreira says:

      O Vaticano tem tesouros de uma beleza extraordinária, mas fico sempre a pensar à custa de quanta miséria, servidão e vidas…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.