Freeport : há depósitos, cartas, mails, pagamentos…

Na Assembleia da República José Eduardo Moniz não só afirmou a sua convicção que Sócrates não poderia deixar de conhecer o negócio PT/TVI, como confirmou as constantes pressões políticas que sofreu enquanto Director-Geral da estação televisa e nisso envolveu Morais Sarmento do PSD.

Indicou mesmo o nome de vários jornalistas que teriam sofrido tais pressões e que ele, Moniz, foi pressionado para afastar vários jornalistas. Quando rebentou o escândalo Freeport tudo se tornou mais dificil, com as pressões a subirem de tom e as exigências de afastamento do “Jornal Nacional” das sextas feiras.

Ouvido durante mais de três horas na mais longa inquirição, Moniz não deixou os seus créditos por mãos alheias reafirmando o envolvimento do governo numa operação de controlo da comunicação social através do seu parceiro preferencial, os espanhóis da Prisa, que muito necessitados de dinheiro, se colocavam a jeito para prestarem favores políticos. Sócrates não se fez rogado!

José Eduardo Moniz reafirma o que Manuela Moura Guedes já tinha dito, há documentação na posse da TVI sobre o Freeport que não é publicado, exemplificando com cartas e mails entre os intervenientes, depósitos e a “pirâmide” dos pagamentos!

Comments

  1. ricardo says:

    O Presidente da comissão de ética está com cara de caso…
    A comissão de inquérito foi hoje aprovada com os votos favoráveis de todos os partidos da oposição.
    O Freeport ainda vai dar que falar, o processo face oculta ainda vai a meio.
    Aposto que o homem vai cair da cadeira…

  2. Luis Moreira says:

    E ainda há quem acredite que a Manuela saiu do ar sem o Sócrates assoprar. No mínimo!

  3. Pedro Rocha says:

    Não provam nada. Só especulam e caluniam. Não apresentam nada de novo. Enfim parece um desfile de carnaval

    • Luís Moreira says:

      Pois, Pedro, não provam nada, não deixam publicar os documentos que estão nas mãos da TVI, as escutas não valem, os amigos são arguidos, a família anda envolvida. Quando ele sair do lugarzinho vai-lhe acontecer como ao Vale de azevedo, os coelhos saltam da toca…

  4. Miguel says:

    Primeiro eram os documentos da Polícia Inglesa que iam provar tudo, depois a Polícia Inglesa, sem dúvida por medo que o Sócatas deixasse de comprar no Harrod’s levando à bancarrota a economia inglesa, arquivou o processo, depois eram as escutas no Sol de Pouca Dura que iam provar tudo, depois n provaram assim tanto, depois as escutas do DN já provavam que o PM n sabia do negócio, depois vieram insinuar que o PGR teria informado os escutados, ele foi defender-se para o Conselho Superior do Ministério Público que se pôs por unanimidade do lado dele dizendo que se tinha limitado a fazer o seu trabalho e recusavam pressões políticas, agora são os documentos no cofre da TVI a provar tudo. Como n se vai poder aceder a eles, vai ficar sempre a suspeita que o Sócatas escapou impune graças a documentos inexistentes. Mas a TVI n tem fotocopiadoras? Lá n usam Pen’s? Nenhuma alminha se lembrou de copiar os documentos? Esqueceram-se todos…… que conveniente….
    😉

  5. Miguel says:

    A propósito, li aquela notícia sobre precisarem de um comentador para defender o Sócrates….. posso-me oferecer se o lugar ainda n estiver ocupado.
    N sou socialista, em 20 anos sempre votei PSD, tirando umas eleições em que votei noutro partido e as últimas em que votei PS.
    Defendo a actuação de José Sócrates, sobretudo enquanto PM mas também repudio esta campanha de acusações sem praticamente qualquer fundamento que está a ser feita nos mídia a mando de certos sectores da Direita.

  6. ricardo says:

    Miguel
    Desculpe lá, mas lendo o seu comentário, lembrei-me de um ditado muito antigo, que é mais ou menos assim : ” quem tem amigos como tu não precisa de inimigos ” ; é o que devem pensar os seus camaradas, aliás, companheiros do PSD. 🙂

  7. Miguel says:

    lol
    O ditado aplicar-se-ia se eu fosse filiado. Pensei em filiar-me já no fim do Cavaquismo mas aquelas novas lideranças todas divididas não me convenceram e estou contente de que assim tenha sido. N gosto de não ter liberdade para aventar lol as minhas opiniões. O único PM do PS de cujas políticas gosto (e são, diga-se o que se disser políticas claramente de direita, sem descurar tb preocupações sociais) e que me surpreendeu e bastante, pela positiva, foi este. Nunca pensei que fosse nutrir simpatia por um PM do PS sobretudo depois do desastre que foi o Guterrismo.

  8. ricardo says:

    Bem Miguel, que são politicas de direita, disso não tenho dúvidas. Agora, quanto ás preocupações sociais, só pode estar a brincar….

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.