Um feriado a mais

As festas e procissões do Corpo de Deus já não são o que eram, restando algumas dignas desse nome no norte do país.  Criada na Idade Média tende a desaparecer com a descrença no cristianismo e a concorrência dos feriados municipais próximos do solstício de Junho.

O facto de ser festa móvel também ajuda. Não embarcando na cantiga das pontes e feriados, onde a festa se mantém que passe a descanso municipal. Como feriado nacional não faz sentido.

Adenda:

Como era de esperar os incansáveis anti-feriadistas atacaram hoje, num dia em que têm alguma razão.  Segundo o sr. Luís Bento, que professa numa tal Universidade Autónoma de Lisboa, 3 feriados a mais que a Europa equivalem a um prejuízo para a nação de 111 milhões. Não sei como se fazem tais contas, mas sei como se contam feriados, nem que seja pelos dedos. Ora como já aqui se demonstrou Portugal tem 12 feriados, sendo a média europeia de 11,92. Para Bento e o jornalista temos 14 feriados, o que ainda assim não faz 3 acima da média. E como se chega a esse número? é simples, conta-se o Domingo de Páscoa como feriado (o que até é verdade) e a Terça-feira de Carnaval também (o que é mentira, embora a experiência cavaquista de retirar a tolerância de ponto nesse dia tenha corrido mal). 111 milhões? desconfio que já percebi como atingiram tal número.

Comments

  1. M.Antónia says:

    Não faz sentido para pessoas sem princípios.
    Para todas as outras, faz.

  2. O seu princípio é o princípio de impor os seus princípios aos outros. E viva a santa cruzada.

  3. Alberto says:

    Se você não fosse um idiota, o que gostaria de ser?

  4. maria monteiro says:

    Durante nove anos passei por um princípio de aceitação que na sexta-feira, a seguir ao feriado de Corpo de Deus, a escola do meu filho estava encerrada para os crescidos (dos 3anos até ao 6ºano) e apenas funcionava para o berçário. Pois é assim que ainda hoje se rege este colégio católico. Quando soube questionei o porquê… bem… tão simples quanto isto “como muitos pais fazem ponte não se justifica haver aulas”. Eu como não fazia ponte, e graças ao feriado sagrado, era sagrado que levava o meu filho para a fábrica.

  5. Alberto (ou será M. Antónia? mudou de ip?), chegados a este ponto passou a spam. Ou prefere passar para a troca de insultos?
    É capaz de ficar mal, que não sendo eu versado na arte da palavra das varinas de Buarcos muito aprendi com as mulheres da Leirosa.

Trackbacks

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar, joao j cardoso. joao j cardoso said: Um feriado a mais: As festas e procissões do Corpo de Deus já não são o que eram, restando algumas dignas desse no… http://bit.ly/bLDDLi […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.