Educação ou a vão glória de destruir um país

Há muito que o Ministério da Educação (?) trabalha mais para a estatística que para o futuro dos jovens e, claro, o futuro do país. Por entre algumas medidas positivas, aquela que foi a paixão de António Guterres foi desbaratada pelos seus camaradas de partido em nome dos números que surgem nos relatórios internacionais. Mas só mesmo os estrangeiros poderão ficar impressionados. Por cá, já percebemos que é tudo uma mentira.

Desde a contínua e progressiva perda de autoridade dos professores nas salas de aula, passando pela enorme vontade de pais de meninos minados quererem mandar na escola, continuando no facilitismo dos exames (sem falar das provas de aferição) e das avaliações (sem esquecer a celebre questão das faltas), e terminando nas fantásticas Novas Oportunidades que permitem fazer três anos de escolaridade em apenas um (e ganhar um computador portátil de presente, vá lá).

Terminando, não, porque agora o Governo quer dar aos petizes a oportunidade de fazer gazeta ao 9º ano, passando do 8º para o 10º. Diz o jornal i que para evitar a maçada de cumprir o 9º ano, os jovens lusos, graças aos inúmeros conhecimentos, terão de se autopropor às provas nacionais de Português e de Matemática do final do 3º ciclo, em Julho, e fazer os exames a nível de escola em todas as disciplinas do 9º ano. Já se imagina o terror dos adolescentes perante os perigosos exames que poderão enfrentar, atendendo aos exemplos recentes de exames.

Para que o futuro deste triste país não continue a ser destruído (não esquecer que os jovens de hoje serão os líderes de amanhã) restam duas esperanças: que aqueles que se propuserem à façanha chumbem e que haja encarregados de educação com dois dedos de testa que impeçam este desastre.

Comments

  1. Nightwish says:

    Isto de fazer anos apenas com exames e a estudar em casa é feito com sucesso nos estados unidos e não vejo razões para ser contra. Ou se sabe ou não se sabe.


  2. O sistema educativo dos EUA não é grande exemplo de qualidade. Por isso não sei se sucesso será a palavra correcta.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.