Saramago, Cavaco e os rodapés da história

O Presidente da República Cavaco Silva não vai estar presente nas cerimónias fúnebres de José Saramago.

Ainda bem. Também não faz falta.

Seja como for, evita aliar à hipócrita mensagem que enviou a hipocrisia da sua presença. Tanta desfaçatez junta seria insuportável. Todos sabemos o que Cavaco pensa de Saramago e o que lhe fez enquanto Primeiro-Ministro.

Para além disso, Cavaco sabe melhor do que ninguém avaliar a dimensão das personagens e admito que não se sinta bem a homenagear alguém da grandeza de Saramago.

Cavaco Silva sabe bem que daqui a 100 anos, quando se fizer a História de Portugal deste período, Saramago será… Saramago, comparável apenas a um Pessoa ou um Camões, enquanto que ele, Cavaco, não passará de um obscuro governante de finais do século XX e inícios do século XXI.

Onde um volume não chegará para lembrar Saramago, um simples rodapé será demasiado para contar quem foi Cavaco.

Comments

  1. Luis Moreira says:

    Tens razão, Cavaco já fez isto a outros, o último foi ao Melo Antunes na homenagem que lhe foi prestada, não apareceu!

  2. graça dias says:

    é so uma questão de agenda

  3. Carlos Fonseca says:

    Ricardo, 1/4 de rodapé chega.

  4. António Soares says:

    Temos que gramá-lo ainda, por mais 5 anos…ainda é tabu?A vida desse homem,é só isso,e bolo-rei!!!


  5. Ui!

  6. Manuel says:

    Como disse um grande músico um dia a respeito de um compositor: ” Não morreu cedo, morreu demasiado tarde. A sua obra estava-se a degradar de dia para dia”. Aplica-se!

  7. Gonçalo says:

    Acho exagerado comparar-se Saramago com Camões e Pessoa, creio que não lhes chega aos calcanhares. De escritores portugues poderia compará-lo a Miguel Torga, Alexandre Herculano, Lobo Antunes, Augustina Bessa Luís, Aquilino Ribeiro, Eça de Queirós e não ficaria em má companhia. O Nobem diferenciou-o destes escritores apenas por o ter e não por ser melhor que eles. Além do mais é um prémio com demasiada política metida ao barulho.

    Quanto ao Cavaco, é verdade que esteve mal por não estar presente enquando PR. Mas depois da falta de respeito que sistemáticamente o Saramago mostrou por ele quando já era PR, dimuindo não só a pessoa mas também o cargo, eu pessoalmente na mesma situação teria muita dificuldade em engolir este gigantesco sapo.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.