Bye, bye, baby

Custa-me ter razão, mas é a vida. O sr. professor com habilitações vai fazer as malas e vem para casa.

“Hugo Almeida estava quase esgotado”, disse o sr. professor com habilitações. O Hugo Almeida não sabia que estava esgotado e abanou a cabeça ao ser substituído, mas compreende-se a sua ignorância, não é professor.

Ricardo Costa foi um passador, mas tese é tese, há que inovar. O sr. professor ainda quer o doutoramento.

Lá vai ter que ganhar uma seleção com um treinador sem habilitações nem curso superior, daqueles que já não se usa. Há teorias académicas tão boas e o futebol insiste em ignorá-las. Por falta de habilitações, claro.

Comments

  1. António Soares says:

    …O Sócrates,já deve estar com as orelhas a arder…sem mundial, temos que chutar no coiro dele!!!!E depressa….

  2. miguel dias says:

    Ó A Correia, o último link era escusado. Não é que o JJ não merecesse. Mas essa coisa do eu tinha-te dito, quem te mandou é sempre chato.
    É claro que tirar o Hugo Almeida (estava cansado, vamos acreditar que sim), pôr o Danny e deixar o Silva Muniz no banco só mesmo com um doutoramento honoris causa ipsis verbus pluribus unium in dubio pro reo.
    Mas prontos, nada que não se estivesse à espera.
    Valha-nos a santinha do Caravaggio de quem não me sabia devoto.


  3. num país com 60% de empresários semi-analfabetos, obrigado pelo teu testemunho.

  4. Nightwish says:

    Jogar com um elemento zero em 4 jogos é obra. Depois ainda dizem que é o melhor do mundo, mas ninguém o viu a não ser a perder bolas.


  5. Pedro,
    Perdemos por 1-0 e fomos elimidados. De quem é culpa? do Scolari, obviamente. Se ele tivesse convocado o Vítor Baía o resultado ontem tinha sido diferente. Se, por exemplo, em vez do Eduardo, tivéssemos tido a oportunidade de contar com o Baía na baliza, não tínhamos perdido por 1-0. Talvez por 4-0.
    Biba o FêcêPê, porque a selecção é nacional e nossa, mas alto lá: sob reserva das orientações supremas do Pintinho serem respeitadas. Se assim não fôr, é como a igreja ‘Maná’, e outras seitas, a selecção é apátrida e herege. Dogma é dogma mesmo.
    Eu até não sou adepto de nenhum dos grandes, mas pergunto: como é que ainda há gente a pejorar o Scolari, que já lá vai há muito, e a negar a evidência? Queiroz é um treinador perto do péssimo. Dos inteligentes, só por falta de honestidade intelectual, se compreende a opinião como diarreia mental. E as patologias devem ser percebidas e tratadas – caso tenham cura, é claro.

    • Ricardo Santos Pinto says:

      Carlos, não é bonito falares assim de colegas de blogue. Nos quais eu me incluo, e por isso é que o digo.

  6. Pedro says:

    Terminadas as coisas como se viu (e já se tinha visto), não vale a pena chover mais no molhado. O pior é que o homem promete voltar, mais forte.
    Não se pode mandá-lo fortalecer para outra freguesia antes que a coisa enfraqueça ainda mais?


  7. Ricardo, as desculpas a todos. De facto, excedi-me. Espero que leias estas palavras.

Trackbacks


  1. […] recentes Carlos Fonseca em Bye, bye babyrosa loureiro mendes em maria fernanda loureiroLuís Moreira em Agora se percebe por que razão […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.