Mesquita Machado e a ACF: Os amigos são para as ocasiões

3 meses antes das últimas eleições autárquicas, um concurso público relacionado com o rio Este foi entregue pela Câmara Municipal de Braga a uma determinada empresa de construção civil.
Logo após as eleições, esse concurso público foi anulado. Foi então lançado um novo concurso público.
Hoje, a empreitada foi entregue a uma outra empresa, a ACF – Arlindo Correia & Filhos. A mesma que partilha com o município bracarense o capital social da Sociedade Gestora de Equipamentos de Braga. Coincidência, claro, refere o afortunado Mesquita Machado.
Já falei abundantemente das ligações desta empresa no post «Braga: O autarca, o empreiteiro e o arquitecto» e por isso desta vez não me alongarei.
Registo apenas a conveniência de anular um concurso público para, em seguida, fazer outro com um resultado diferente. Vai fazendo escola, a política socialista de anular concursos sempre que os seus resultados não agradam.

Comments


  1. Pois; a geração dos espertos, que saltaram das ex-colónias para o Continente, para aplicarem o mesmo tipo de vida que levavam lá! Hoje, os negros são os contribuintes portugueses, sobrecarregados pelas manias de grandeza destes senhores, que se encontram nos Partidos de Poder!
    Surripiam do erário público, directa e indirectamente para os bolsos dos amigos de infância…


  2. Ouvi falar de alguém com o cognome de “senhor último andar”. Assim de repente não estou a ver quem será…

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar, Francisco Silva . Francisco Silva said: RT @aventar: Mesquita Machado e a ACF: Os amigos são para as ocasiões: 3 meses antes das últimas eleições autárquicas, um conc… http://bit.ly/crf9WE […]


  2. […] é lícito e justo que se refira que o autarca Mesquita Machado [37 anos de poder em Braga] teve, tem e terá um impacto directo na vida dos bracarenses num espaço temporal de 62 anos. […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.