Uma Maioria, um Governo, um Presidente!

 

Sinceramente, dia 5 o que prefere? Votar no PC ou no BE é indirectamente votar na gente do CDS e do PSD e contribuir para finalmente concretizar o sonho da direita –  nunca conseguido em 37 anos de Democracia: “uma maioria, um governo, um presidente!”. E o problema é você ter a consciência que assim é!

Comments


  1. Se votar CDU é ajudar a direita, votar PS é votar na direita.

    • alberto matos says:

      precisamente, votar PS é em si votar na direita, é votar na troika dos que venderam portugal aos agiotas.

      NEM PSD NEM CDS NEM PS!

      NO PS VOTA A TROIKA!


      • frases feitas, palavras de ordem e (fracas) generalidades… assim não vão lá!


        • se me apontares uma diferença objectiva entre o programa do FMI do PS e o programa do FMI do PSD poderemos argumentar melhor.


          • Sabes bem q há mais vida (e política) para além do acordo com o FMI…

          • Nightwish says:

            Bem, há a diferença entre a privatização das águas e das águas, a privatização da CGD e da CGD, a privatização da saúde e da segurança social e a privatização da saúde e da segurança social…


      • Continuem a dispersar os votos e aguardem e deixem o PSD ganhar e aí logo vão ver o que é bom para a “tosse”
        O 1º passo é logo fazerem o que querem com a lei laboral
        2º Politicas sociais reduzidas ou nenhumas
        e depois de muita bagunçada o mais certo é Portugal sair do o euro o que vai no minimo duplicar a nossa divida, porque aí a nossa moeda vai voltar a ser o escudo.
        MUITO BOM!


    • SEm dúvida!

  2. Nightwish says:

    E votar no PS é votar no maior aldrabão que mais roubou em apenas 6 anos, batendo por muito todos os outros, e destruindo ainda mais o sistema social, educação e etcs.
    Veja lá, já me arrependi de ter não ter votado Ferreira Leite em 2009, por isso não acredito em votos úteis. Sem falar que o programa de governo real dos dois é exatamente igual, só muda quem mandam para os tachos.


    • quando apanhar com as “competências” dos magotes de relvas e de marcos antónios, ó meu amigo, você até guincha!

      • Nightwish says:

        Já apanhei as de Alberto Costa, do ministro da propaganda, do Mario Lino, do Manuel Pinho, do Teixeira da Cruz, das execráveis Maria de Luz Rodrigues e Isabel Alçada, do Rui Pereira, já para nem falar em gente ilustre como Vara e Rui Pedro Soares.
        Isso é que é gente porreira!


        • ó homem, comparados com os relvas e os marcos antónios todos eles são eminentes intelectuais, pá. quanto ao mais, malta a gamar – infelizmente – há por todo o lado. aliás, se se recorda, serviu de estigma social a certos grupos étnicos. utiliza isso no seu argumentário? não, porque muito bem tem vergonha na cara e daria prova provada da mais desbragada xenofobia. então por que o faz em relação aos partidos? por demagogia? cuidado, é q por essas “bandas” também há telhados de vidro. é só uma questão de escala. e de polícia, claro.

          • Nightwish says:

            Porreiro, pah, eles recebem é robalos. Isto de passar leis e depois ir para as empresas que se favorece é normal e saudável, isto de ter contratos de PPP sem fiscalização nenhuma é tudo para o bem do país, o tribunal de contas é que está doido, as influências nos média são saudáveis e recomendam-se e todos os portugueses deviam acabar o curso ao domingo e conseguir umas casinhas a metade do preço pela cara laroca.
            Isso é que é seriedade.


          • vocês não se lembram q são chavalos. há muitos anos havia um programa radiofónico a dar pelo nome de “os parodiantes de lisboa”. a meio do programa, no meio do animado diálogo dos dois principais personagens, o Patilhas e o Ventoinha, surgiam uns anúncios. rezava um deles assim: “saaaalvateeerra de maaagos… barretes!”. (lembrei-me agora desta nem sei porquê…).

      • Caboclo Capiroba says:

        E para não falar de paulo pedroso, primus inter pares na vilania , não é packarempatado?
        Conheces algum vilão pior que paulo pedroso ? Esse consegue ser o pior da nossa história …e já lá vão mais de 900 anos ..
        Ainda queres manter essa corja ? O que pretendes packarprotetor de pedófilos ?

  3. bulimunda says:
  4. bulimunda says:
  5. bulimunda says:

    http://zebedeudor.blogspot.com/2011/05/politica-de-interesse-sem-nenhum.html
    Porque a realidade é esta..o resto são tretas…

  6. bulimunda says:
  7. bulimunda says:
  8. Carlos Conde says:

    Pois eu acho que votar PSD é votar na única opção credível.
    O Comunismo já morreu em qualquer país civilizado. O Bloco tem um líder que leva uma vida contrária ao que apregoa, ou seja, para mim não passa de um aldrabão. O CDS tem no líder uma homem motivado apenas por querer ser alguém que iguale os seus antepassados e ficar na história.
    O PS e o socialismo não não pode ser PS de partido de socrates, que o é. Este PS é claramente liderado por alguém que desde cedo se decidiu por ser de direita e ser rico sem importar como, ele que até fez parte da JSD. Apenas teve hipótese no PS de subir na cadeia de comando e é aí que faz as suas negociatas. É um pouco como luis filipe vieria no benfica.
    O PSD tem um líder que mais não seja é novo e com ideias novas, com um passado limpo e se for “deixado em paz” pelas corujas do seu parido, creio ter potencial para dar a vassourada que este país precisa, obviamente a nível de compadrios dentro da maquina do governo e função publica.
    Voto PSD… como diz muito o outro… em consciência.


    • “Sim, não, talvez, muito antes pelo contrário”.

    • Nightwish says:

      “O Bloco tem um líder que leva uma vida contrária ao que apregoa, ou seja, para mim não passa de um aldrabão.”
      Ora faça lá favor de explicar essa…

      • Carla Costa says:

        então… deve ser porque se veste de pobrezinho e se faz de pobrezinho e apregoa que devíamos ter todos o mesmo nível de vida, como nos regimes comunistas. Porém ele é dono de casaS de um barco(pequeno é verdade but never the less) e anda sempre viagens constantes, diz ser o seu hobby preferido. Foi inclusivamente o único que nos diversos debates televisivos se apresentou de cábula Ipad enquanto que os outros só tinham o tradicional “suporte de papel”.
        Ora quem defende a igualdade e depois está tão acima sem abdicar de nada não é muito diferente dos Bispos e Padres e restante corja similar. Não é por nada que ele tem a alcunha de padre… penso eu de que.
        Frei Tomás.

        • Nightwish says:

          E, portanto, de afirmar que é justo e é bom economicamente reduzir as disparidades de rendimento você traduz para que devíamos todos viver na pobreza? Onde raio vai você buscar que o homem não é capitalista e que é propriedade é má?

          • Carla Costa says:

            sabe que estamos em Portugal não sabe? não estamos na suiça nem nos eua nem sequer na alemanha.
            portanto ele quer mesmo, sendo de extrema esquerda, igualdade para todos, certo? e como ele vive à “fartazana” deve querer, acha você, que todos vivam como ele, certo?
            Pois sim, quanta nobreza. Um anti capitalista, um anti economia liberal, um nacionalista nacionalizador ia buscar dinheiro onde para por todos a viverem com várias propriedades e barcos e viagens e tudo e tudo e tudo? Ao FMI, queres ver?

          • Nightwish says:

            “portanto ele quer mesmo, sendo de extrema esquerda, igualdade para todos, certo?”
            Errado.
            “deve querer, acha você, que todos vivam como ele, certo?”
            Como é economista e não tirou o curso ao domingo, é natural que gaste dinheiro para que a economia flua. E não é nenhuma fortuna, o português médio é que ganha uma miséria.
            “Um anti capitalista,”
            Deve-o estar a confundir com alguém. Há-de me explicar como é mais anti-capitalista como os que têm acordos especiais com o estado ou aqueles que abusam de monopólios naturais, ou podem criar dinheiro do nada como Wall Street.
            “um anti economia liberal,”
            Tendo em conta que uma economia ultra-liberal só favorece os ricos e poderosos (ver Wall Street outra vez), não percebo o seu ponto.
            “um nacionalista nacionalizador”
            Quando possível. É melhor que deixar o país nas mãos de quem se está a marimbar para o que pagamos de eletricidade ou de telefone ou de gasolina porque tem um monopólio (ou oligopólio) natural e pode maximizar os lucros e marimbar-se para a lei (embora a Comissão Europeia até tenha alguns dentes, ao contrário do que acontece na América)

        • Tiago Santos says:

          A concepção da Carla de justiça social consiste em apenas podermos falar da miséria se formos sem-abrigo. Consiste em achar que a maneira de acabar com a miséria consiste em dar esmolas e consiste em achar que usar meios tecnologicos modernos é um desperdício.

          O que Francisco Louçã apregoa é que a economia deve ser mais justa e para isso tem uma opinião fundamentada como grande economista que é. E uma economia mais justa é uma economia que não está dependente da boa-vontade dos seus membros para serem solidários. É uma economia com meios e formas de redistribuir eficazmente os recursos de forma equitativa pelos cidadãos. Onde é que entra aqui o barco, as casas, ou as viagens? Que aliás, ainda não vi onde está o exagero…

          Por isso, cara Carla Costa, vá-se informar primeiro sobre as ideias das pessoas em vez de recorrer ao mexerico. Tá?

          • Manuel Bouça says:

            Esse comentário deixa de se conseguir ler desde a parte em que diz que Louçã “como grande economista que é” sabe o que apregoa.
            Pois eu gostava de um, um único, exemplo onde os ideais de esquerda sirvam algum povo e algum país. Os países mais evoluídos financeiro, e conjuntamente em tudo o resto, têm muito mais de ideais e funcionamento de direita do que de esquerda. Na América o socialismo é algo que preocupa todos os cidadãos. Aqui é a apologia do ideal para todos. Ide bardamerda mais a esquerda, seja ela qual for, moderada ou extrema.

          • Nightwish says:

            Eu não sei se o Louçã é grande economista ou se não é… mas preocupa-se com o bolso de todos e não com os dos colegas.
            Já que só quer um exemplo e quer comparar com os EUA, compare lá o sistema de saúde e de segurança social e diga-me quais servem melhor o povo.

          • Tiago Santos says:

            Caro Manuel Bouça, onde os ideais de esquerda servem algum povo ou país?

            Exemplos: Os países do norte da europa têm sistemas de protecção social criados por uma forte presença da social democracia e das forças sindicais nos governos. São os países com maiores indices de desenvolvimento e menores indices de desigualdades, de lembrar que qualquer um destes países tem impostos muuuito mais altos que em Portugal, e acima de tudo, mais progressivos, para além de despesas públicas muito maiores que a nossa. Metade das propostas do BE vão de encontro à experiência destes países…

            Quanto a ser um grande economista. A reputação dele como economista não depende das opiniões políticas que tem mas de relevância, até internacional, que têm os seus trabalhos académicos.

    • xico says:

      Para uma varridela em forma seria necessária uma boa vassoura de giestas. Infelizmente o Passos Coelho é como aquelas vasouras de plástico, bonitinhas e coloridas que se compram nos supermercados. Não serve para uma boa vassourada.
      E o drama é que não se vislumbra em lado nenhuma a tal vassoura das giestas. Havia uma senhora, a quem chamavam bruxa, que talvez por o ser, tivesse a vassoura que hoje precisamos. Passos Coelho fez o favor de a dispensar. Aquilo é mais um espanador de pó.


    • Continuem a dispersar os votos e aguardem e deixem o PSD ganhar e aí logo vão ver o que é bom para a “tosse”
      O 1º passo é logo fazerem o que querem com a lei laboral
      2º Politicas sociais reduzidas ou nenhumas
      e depois de muita bagunçada o mais certo é Portugal sair do o euro o que vai no minimo duplicar a nossa divida, porque aí a nossa moeda vai voltar a ser o escudo.
      MUITO BOM

      • Judite says:

        Se fala assim é porque já deve ter dado o voto de confiança a quem nada fez por nós, muito pelo contrário…
        Pois olhe, se eu fosse empregador, preferiria contratar “sangue novo” do que apostar numa “raposa manhosa”, já conhecida da casa!

        • Nightwish says:

          Você e a maior parte das empresas… contrata-los novinhos e a recibo verde, isso é que é a receita de futuro!

          • Judite says:

            Se for mesmo bom, a empresa vai querer segurá-lo e não deixar que vá para a concorrência…

          • Nightwish says:

            “Se for mesmo bom, a empresa vai querer segurá-lo e não deixar que vá para a concorrência…”
            Meanwhile, in the real world…

      • Nightwish says:

        O 1º passo já o engenheiro de fim de semana o tomou. Não só o tornou mais barato, como assinou o acordo que o torna baratinho baratinho.
        Já quanto ao segundo, o tal ator que passa o tempo na TV já cortou pensões, medicamentos, hospitais e centros de saúde e passou a propriedade das escolas para uma empresa pública prontinha a ser privatizada.
        Quanto à bagunçada, há 90 milhões de razões e muitas mais em contratos públicos para desconfiar das capacidades económicas do tal que tem escutas ilegais.

        E ainda quanto a sair do Euro, eu gostava que se deixasse de atirar para o ar papões e me mostrassem as contas. Mas daquelas em que não sair vai causar uma perda de poder de compra de 30% em 3 anos, não as um gajo que só acerta no valor do défice em Maio do ano seguinte.


  9. Votar na troyka, ou triunvirato é votar na maioria, PS, CDS, PSd.
    Aí está a maioria dos votos desperdiçados em quem os governou durante 35 anos a fio até ao fundo do precipício.


    • o seu pensamento está mal enunciado, permita corrigi-lo. nós não votamos na troika, votamos sim em partidos políticos constantes do boletim de voto. o que queria dizer, se bem entendo do seu português, é q “votar no PS, CDS ou PSD é votar na troika ou triunvirato”. Depois, a seguir, sinceramente, já tenho mais dificuldade em o perceber. “35 anos”, “fundo do precipício”, “votos desperdiçados”, enfim, acho q topo.
      1. não distinguir os partidos de direita do Partido Socialista é a mesma coisa q confundir dois penicos com uma chávena de chá;
      2. “do fundo do precipício” há coisas boas, há coisas más. por enquanto podemos falar o q já é uma grande (enorme e boa) coisa. a falar a gente sempre se vai entendendo embora por vezes discordando, outras nem tanto, é assim. obrigado por ter escrito.

      • Caboclo Capiroba says:

        Finalmente vamos poder ouvir essas famigeradas escutas do ferro velho ..do vara ..do socrates ..
        Finalmente os pedrosos “os infames pedófilos ” vão ver a hora da justiça .

        Finalmente Socrates irá para trás das grades ..ele e os cumplices ..êta haja prisão bem grande …


  10. http://youtu.be/A-5AiDrHsmI

    Este vídeo explica, meu caro, a razão pela qual o PS, por causa de José Sócrates, vai ter uma derrota histórica no Domingo. Vai ter o primeiro “Primeiro-ministro” que perdeu umas eleições legislativas.

    Para a maioria dos Socialistas, vai ser um enorme alívio. É a forma de se livrarem do homem. Para Portugal vai ser uma esperança. A esperança num país melhor.

    Podemos duvidar de PPC até por não o conhecer. Mas, de Sócrates, já ninguém duvida. Já todos sabemos o que a casa gasta. É só ver o filme.


    • Essa do “alívio para a maioria dos socialistas” já tem direitos de autor, vem aí o Catroga e exige-te a “pentelhice” dos royalties. Quanto ao benefício da dúvida em relação ao Passos, é pá, vou ali e venho já. Acreditas mesmo no q dizes? Sinceramente? Pois, é só propaganda. Olha, já agora fazes favor e pedes aí uma imperial e uma francesinha, é q com esta merda ainda não jantei.

      ; )

      • Caboclo Capiroba says:

        Mete os pentelhos no cu seu porco ..socrates vai é para a prisão não demora nada !!
        A linguagem avacalhada é a unica que vcs entendem .
        Também entendem a linguagem da porrada ..e calma que ela vai chegar e vai zoar como vespas ..

  11. Judite says:

    Carlos Conde: na “mouche”! Ainda estou para ver em que país do Mundo os ideais de esquerda fizeram o povo feliz…
    Como empregadora, preferiria contratar um jovem do que uma velha “raposa”, que já trabalhou para mim e só fez porcaria, deixando-me nas lonas!

    • Nightwish says:

      Você tem razão… O povo era muito mais feliz quando trabalhava 7 dias por semana, 12h por dia só para dar quase tudo ao senhor. Isso sim é que eram tempos em que havia respeito e não havia abortos nem gays. Isto hoje é uma pouca vergonha, um gajo tem um filho e depois ainda quer tempo para ele, que fique para a mulher que tá o dia todo em casa.
      Já para nem falar nas parvoíces de ter controlos de higiene e segurança no emprego, os gajos que tenham cuidado onde pões as mãos, fodasse.

      Esquerdalha de treta, nunca trouxeram nada de bom ao mundo.

      • Judite says:

        Bolas, não têm meio termo… É logo radicalismos…

        • Nightwish says:

          A Judite diz-me que as ideias de esquerda nunca fizeram o povo feliz, e o radical sou eu em apontar ideias de esquerda que fizeram o povo poder lutar pela sua felicidade?

          • Judite says:

            Diga-me quantas horas por dia trabalha o povo cubano, só para dar um pequeno exemplo…

          • Nightwish says:

            Tem razão, Cuba é o único país influenciado por ideias de esquerda alguma vez na sua história. Os outros direitos foram inventados por “capitalistas” generosos que tavam fartos de lucro e achavam que as pessoas davam lucro a mais trabalhando tanto tempo.


  12. Totalmente de acordo!


  13. Com o post, não com as inanidades da caixa de comentários….

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.