Murdoch: não o deixem fugir!

Parece estar em sérios apuros. O Sr. Murdoch e filho James, estão a ser pressionados para comparecerem no Parlamento britânico, com o fim de se esclarecerem factos acerca do escandaloso processo das escutas.  Durante anos, além da ilegalidade das escutas que devassaram a privacidade de um sem número de pessoas, existem fortes indícios da prática de coacção moral exemplificada pela clara chantagem e campanhas de ódio que a imprensa de sarjeta exaustivamente promoveu. Também não é de excluir um ataque aos assuntos do Estado, procurando destruir reputações e o minar das instituições. Recorde-se a fanática campanha em torno de Diana Spencer, um “cavalo de batalha” ideal – a personagem que normalmente se designa como uma “idiota útil” – que quase arruinou a estrutura do poder na Grã-Bretanha e aquilo que conhecemos por Commonwealth. Murdoch é claramente um dos  responsáveis, pois tentou precisamente o mesmo na Austrália, de forma exaustiva promovendo o referendo onde felizmente foi um dos principais derrotados pela população.

O bandiditismo mediático alastrou a todo o mundo anglo-saxónico e perante as evidências que agora estão sob foco nos Estados Unidos, Murdoch encontra-se numa situação periclitante, embora as cumplicidades que foi semeando sejam de tal modo influentes que todo este assunto poderá vir a ser convenientemente mitigado. Entretanto, parece ter existido um avanço do escroque global no nosso país, pois o i aponta reuniões havidas com o então Chefe do Estado  e “um grupo de amigos íntimos e apoiantes do Presidente Soares”. Com Berlusconis, Melancias e outros do mesmo estilo à mistura, como seria de esperar.

O crânio da falsa informação, coacção moral, chantagem, extorsão e difamação, podia ser colocado perante um outro tipo de assembleia que não o Parlamento do Reino Unido. Uma assembleia mais restrita e quase exclusiva, aquela que é conhecida pelo nome de Tribunal e se em boa justiça se provarem os crimes, colocado atrás das grades. Sem direito a fiança.

Murdoch está em território britânico. Não o deixem sair para um “Cabo Verde” qualquer.

Comments


  1. O Murdoch foi devidamente simpsonizado. Não metam o Burns nisto, coitado!!!!

    http://news.bbc.co.uk/olmedia/290000/images/_294766_murdoch300.jpg

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.