Energia: e se fechassem as portas?

Quanto é que pouparíamos em consumo energético se todas as portas de todos os estabelecimentos comerciais estivessem sempre fechadas, vá lá, encostadas?

No pico do Verão ou do Inverno irrita-me passar as portas escancaradas de uma loja e encontrar lá dentro uma temperatura completamente diferente. Pior só a mania de abrir janelas quando está calor “para arejar”, como se o calor não entrasse e fizessem o mesmo quando está frio.

Para que as lojas fechassem as portas, estando abertas ao público seria necessário impô-lo por lei: ninguém fecha a sua porque temos este hábito e porta fechada significa loja encerrada. É um código, e só se resolve com um novo código. Não sei quanto se pouparia em consumo de energia se um governo tomasse tal medida. Mas calculo que outra tanto perderia a EDP em lucros. Donde, assunto mesmo encerrado.

James Douglas Morrison, 8 de dezembro de 1943 – 3 de julho de 1971

We want the world and we want it…
Now
Now?
NOW!

No Externato Carvalho de Araújo, em Braga, é assim que os alunos tratam os professores

Há uns meses, foi notícia uma cena de tiroteio no Externato Carvalho de Araújo em Braga. Chamei a atenção para o facto e comparei com o forrobodó que teria sido na nossa Comunicação Social se a cena se tivesse passado numa escola pública.
Os alunos do Externato Carvalho de Araújo não gostaram e, tantos meses depois, continuam a mostrar a sua insatisfação. Ainda hoje, recebi mais dois comentários, típicos de alunos bem-formados que receberam uma educação que só pode ser considerada de excelência:

«ui tadinho, ta muito chatiadinho o professor de merda .!.
tu ca fora nao és stor nenhum, se tu fosses meu stor eu podia chegar ca fora e rebentarte a boca toda e nao era por seres professor que eu nao podia fazer isso»

«e tu deves ser daquelas chupa pissas que andam pra i .|.»

Já há algum tempo, recebera um outro comentário que reflecte bem a revolta que vai no seio da comunidade educativa do Externato Carvalho de Araújo em Braga:

«ya mete mesmo piada estes comentários fogo. ve-se mesmo que nao conhecem o externato… e qto aos meninos ricos , e aos bmw’s audis e mercedes ha algum problema ? dor de cotovelo talvez nao ? e crescer ? dava jeito (;»

Alunos do Externato Carvalho de Araújo em Braga, força, estou convosco! Defendam a vossa instituição até ao fim e rebentem a boca toda aos professores que se meterem convosco. Afinal, é para isso que os vossos pais pagam tanto dinheiro ao fim do mês.
Já agora, que mal pergunte, quem é o vosso professor de Português?

Depois do Corte Inglês, eis o corte português

corte no natal

 

Foi o Grinch!

Justiça Americana

Fartei-me de rir com o que aconteceu com Strauss Kahn. Onde estão todos aqueles que diziam: “ah os americanos são tão bons porque tratam todos da mesma maneira”? Inocente ou não, ainda não se sabe no fundo, a verdade é que estas presunções – estes julgamentos em praça pública -enfeitadas com algemas e fotógrafos e homens sem gravata, pálidos e desgrenhados, são um dos grandes problemas da Justiça.

Nasci um dia qualquer – a minha memória

 

Mascagni Cavaleria Rosticana Intermezzo

Parece-me que todo ser humano devia dizer e pensar esta frase. Há dois factos na vida que sempre andam ao pé de nos: o involuntário facto de nascer, o involuntário facto de falecer.

O começo da vida acontece em época incerta, pela vontade, amor e carinho que os nossos

[Read more…]