Para pior, já basta assim!

Governo promete tudo fazer pela autoridade dos professores

Nesta notícia, e sem ser necessário sair do título, há alguns aspectos curiosos, a merecer observação atenta.

Em primeiro lugar, há uma conjugação de duas palavras que nos permite adivinhar o futuro: governo e promete. De acordo com o método Passos Coelho, seguidor acelerado da escola José Sócrates, ficamos a saber que o Secretário do Estado afirmou, na realidade, que nada irá ser feito pela autoridade dos professores.

Finalmente, ao incluir os professores no grupo de cidadãos a quem irão ser cortados os subsídios de férias e de Natal, o governo está a dizer ao país que fazem parte de um grupo de caloteiros que devia dinheiro à nação, o que, convenhamos, não é a melhor maneira de conferir autoridade a uma classe profissional.

Pela minha parte, agradeço que o governo não faça mais nada pelos professores.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.