Polémica inteligente, desconfiança total

Polémica? Qual polémica?
Contadores e redes inteligentes?
Polémica ou temor?
Pare, escute e leia, a montanha não parirá um rato!!!
O espanto assaltou-me ao ler um artigo do Jornal “Público”, datado de 20 de Setembro de 2010, onde se refere a existência em Portugal de uma polémica sobre os contadores inteligentes.
“(…) lembra que os contadores inteligentes, polémicos em Portugal, são um equipamento básico nesta mudança. (…). Nos EUA, há uma forte substituição de contadores para a geração inteligente, o que não está a acontecer na Europa, com excepção de Itália. Com contadores inteligentes, as pessoas têm mais informação e percepção do que consomem. Podem ser incentivadas a essa mudança, através de diferentes esquemas tarifários para usar a energia quando há em excesso e reduzir o consumo quando há menos disponível. Por exemplo, usar mais durante a noite e menos no dia, quando temos picos de consumo. Isto conduzirá, em média, a poupanças de cerca de 20 por cento nas casas, porque as pessoas têm mais consciência do que estão a consumir em termos de electricidade que pagam e são incentivadas com tarifas mais baixas e com isso apenas alteram o seu comportamento.”
Apenas?
Mais consciência?
Mais informação e percepção?
QUE PATRANHA É ESTA?
  • A receita é sempre a mesma!
  • Quer dizer que só há mudança com a colocação desse equipamentozinho.
  • Quer dizer que sem o equipamentozinho, as pessoas serão incapazes de mudar, ou seja, as pessoas são bestas de carga sem Razão ou vontade própria!!! Esclarecedor !!!
  • E, o que ganha a vida das pessoas com o dito equipamentozinho? Que controlo terão elas sobre ele, nas suas casas, nas suas vidas?
  • Ah, sim? Isso não interessa nada? Pois, claro!!!
Algum de vocês já tinha ouvido falar na polémica? Que eu saiba, RECUSE CONTADORES INTELIGENTES é o 1º sítio português a expor a omissão longa e sistemática dos problemas da maravilhosa tecnologia inteligente. Não só dá para desconfiar como se pode confirmar a lavagem do assunto supostamente polémico. Em Portugal tudo foi e é apresentado como maravilhoso, nunca me deparei com qualquer análise de efeitos adversos, seja na saúde ou na privacidade dos portugueses.
Isto de começar a ligar a informação dispersa é lixado, um pequeno exercício em notícias recentes revela-nos o porquê:
Bom, este pálido vislumbre mostra ao leitor que lá porque não acredita em bruxas, isso não significa que elas não existam. Foi em 2006, o Artigo 13 da Directiva 2006/32/CE  vem exigir a colocação de contadores inteligentes em todas as casas sempre que haja o pedido de uma nova ligação, uma substituição de contador ou grandes obras de renovação. Claro que responderão logo a um pedido seu, você que mordeu o anzol da poupança. Mais uma vez, o procedimento furtivo desmente a polémica que nunca existiu.
Sabia que as experiências para a implementação dos contadores inteligentes, no terreno, têm mais de 15 anos, são anteriores a 1996? É verdade, a fonte é segura.
Será que ainda não houve tempo para abordar as polémicas de que toda a gente nunca ouviu falar? Vejamos, só há polémica quando se discutem as questões, por outro lado, a omissão gera sempre desconfiança, temos um abismo de razões para desconfiar, algumas delas já animam o Boicote à EDP, (+) marcado para o próximo dia 20. Ainda assim, lembrem-se que se alguém pagar a crise não serão as EDP’s, as PT’s, as GALP’s que seguem o exemplo da General Electric (lucros de 14 biliões livres de impostos), as regras estão-lhes de feição. A Moral só é boa quando serve para todos por igual, infelizmente há sempre quem insista em ficar de fora, criando grupos de privilegiados (insiders).
O esforço do momento é privatizar tudo o que mexa, a consolidação de monopólios colossais onde somos meros recursos humanos, coisas de usar e deitar fora, nada mudará enquanto calarmos e consentirmos. Toda a lógica deste processo está inquinada, rumamos sob a auto-estrada da burocracia global, a tecnocracia mundial, as recentes nomeações para 1ºs ministros da Grécia e da Itália são disso exemplo. Os tratados europeus já suspenderam ilegitimamente a nossa soberania, a ditadura está aqui, vivemos numa governança europeia-incontinente. Se a classe dirigente nacional foi capaz de fazer passar o Tratado de Lisboa, com todas as suas implicações, manda o bom senso esperar todo o tipo de atentados burocráticos sobre o povo português.
Desconfiança total parida de polémica inteligente, esta é a essência do silêncio venenoso que acaba de nascer, os portugueses sabem que à porta não vêm dar nada e estamos fartos de publicidade enganosa.
Por exemplo, se eu quiser saber a potência do contador inteligente da PG&E (EUA), em qualquer imagem da Internet posso ler 2 ou 3 watts, ou seja, 2 ou 3 mil vezes o nível máximo de exposição prolongada(+) do tipo de radiações electromagnéticas em causa. Cá não me está claro, será 0,2 a 1 watt? (ver contadores no fundo da página). Se isso trás problemas? Recupere o seu bom senso, por favor, o contador não poderá ser desligado como o telemóvel e haverá milhares à sua volta 24 horas por dia. Os efeitos serão piores, não só a potência será maior, até porque estará mais perto dos emissores, como a natureza não linear da radiação fará aumentar os seus efeitos nefastos sobre o organismo (centenas de vezes).
Recentes medições ao meu modesto telemóvel revelaram que atinge 500 miliwatts/m2 quando é ligado ou está em conversação (500x superiores ao referencial de exposição prolongada). O uso do auricular surge como uma boa alternativa, diminuindo 10 mil vezes a radiação sobre a cabeça (0,050 miliwatts/m2). Se não viu, deixo o link da Reportagem de Conceição Queiroz da TVI – Ligações Perigosas.
Se os especialistas têm medo de falar, temendo retaliações, resta-nos meter mão-à-obra. As redes de Wi-Fi estão pelas escolas e locais públicos, os planos apontam para um aumento exponencial, dentro das casas, nos electrodomésticos, no mobiliário público, em breve teremos mais radiação desta do que oxigénio no ar. O objectivo de toda esta tecnologia é somente controlo absoluto sobre o cidadão, os planos são públicos (veja aqui).
O Princípio da precaução tem de prevalecer, a Suíça já se livrou do Wi-Fi nas escolas, não faltam apelos médicos semelhantes ao Apelo de Friburgo e à Resolução Europeia 1815, de 27 Maio, 2011.  Faltam as medidas concretas e o conhecimento popular da dimensão da ameaça, vivemos num tempo perigoso para andar distraído, as ameaças são invisíveis, o assalto aos cidadãos do mundo está em curso, uma mudança eugénica desumanizante, a Governança através da Geoengenharia Global (GGG). A escolha do tipo de Nova Ordem Mundial é nossa, decida-se.

Polémica inteligente.

Desconfiança total.
Certeza eterna.
Desligue a consola de jogos,
Ignore os 100 canais de TV,
Recupere a sua humanidade,
inteligência e respeito próprio!
Considere de modo sério o que está escrito em
ficar no seu canto é hoje, a pior das ameaças.
Xatice Tuga

Comments

  1. jorge fliscorno says:

    Este exercício de teoria da conspiração deveria estar na categoria humor. Sempre seria levado mais a sério. Com efeito, o sério problema na telecontagem, como correctamente se designa a tecnologia em causa, nem sequer é abordado. Quem é que pagará estes novos contadores? É neste ponto que a porca torce o rabo, pois a EDP e o Estado, o tal que nos defende, acham que deve ser o consumidor. Mas que conveniente. Com o pretexto de que o consumidor vai poupar mais por ganhar consciência dos seus consumos (ó tristes, nem inventar sabem), pretendem que os milhões de euros necessários a esta transformação nos saiam do bolso. Em Espanha (sim Espanha, mais uma onde o texto erra) os contadores são pagos por quem deles realmente usufrui: a eléctrica de lá.

    editado: ortografia


  2. Concordo com o Jorge, este post deveria estar marcado como “humor”.

    Mas notem que isto é mais do que teoria de conspiração, este é o tipo de pensamento que leva pessoas com doenças perfeitamente curáveis a optarem pela medicinas alternativas, tornando o que era uma condição tratável, numa doença fatal. A estas correntes de pensamento chama-se pseudo-ciência e devem ser evitadas a todo o custo, morrem pessoas todos os dias por causa destes vendedores de banha da cobra.


  3. É pior do que pensa! Sabia que já inundamos o espectro com radiação para transmitir rádio e tv? PORQUE É QUE O GOVERNO PERMITE ISTO? Isto só serve para mostrar que os governos estão de mãos dadas com os média e tudo só serve para lhes dar lucro!!!!11!!
    Ainda há por aí quem nos tente dizer que é radiação não ionizante e o raio, mas NÓS É QUE SABEMOS O QUE É VERDADE! Não são precisos estudos científicos!

    • jorge fliscorno says:

      «Não são precisos estudos científicos!»

      Fico sem argumentos. A que horas vai à IURD?


      • O teu sarcasmometro está avariado!

        • jorge fliscorno says:

          🙂
          Confesso que fiquei na dúvida. Se era sarcasmo, Nightwish, as minhas desculpas.

          • tafw says:

            Caros amigos. . .fomos pavlovianamente condicionados a rirmo-nos da verdade. Se não qeurem vê-la agora vê-la-ão à força quando forem para ao hospital vítima dos referidos contadores e doutro tipo de radiação. . .isto se tiverem dinheiro para pagar a conta do hospital. . pois nessa altura o mundo será mt diferente se a visão dos globalistas se concretizar. Apaguem a TV e deixem de ler jornais. A verdade não está lá. Abraço a todos. Muitos parabéns pelo post.

          • jorge fliscorno says:

            Não, não, a verdade anda por aí, Mulder.


  4. Pessoalmente achei que o argumento da teoria de conspiração já estaria fora de moda, quando mundialmente e diariamente nos deparamos com as teorias a converterem-se realmente em teorias de conspiração.

    http://artedeomissao.wordpress.com/


  5. Passo a corrigir comentário anterior:

    “nos deparamos com as teorias a converterem-se em reais conspirações”

    http://artedeomissao.wordpress.com/2011/11/20/california-inicio-do-fim-para-os-contadores-inteligentes/

    • jorge fliscorno says:

      Uiiii e quando aquele feixe de luz me levou? As coisas que me fizeram. Nunca mais fui o mesmo. A pior delas foi a lavagem ao cérebro que me fez passar a achar benignos esses malvados contadores inteligentes. Nunca tal lhes perdoarei.

      • chatice_tuga says:

        Já percebemos que o ambiente está empestado de agentes de desinformação ou “trolls”. Felizmente já ninguém está surpreendido com isso.

        • jorge fliscorno says:

          Trolls. Mas que bem. Agora é que elevou o nível da discussão.

          Olhe, faça-me um favor e chame-me ignorante mostrando um paper vindo da comunidade científica a demonstrar o que afirma.


  6. cuidado… eles andem aí…
    salvaguarde-se como puder… publique… e nem responda
    pois a “cegueira” caminha de faca afiada
    e são muitos à tua volta… ás vezes até são nossos “amigos”

    1 Abç

  7. chatice says:

    Este vídeo e a sua relação com os contadores inteligentes é bastante esclarecedora. De boas intenções está o inferno cheio, quem deseja continuar a ser anjinho das teorias da conspiração nem deve buscar os links, poupe-se:
    http://www.youtube.com/watch?v=eOj8N6mYnq4

    EDP e sua nova iniciativa, a caminho do racionamento de boa vontade:
    http://recusecontadoresinteligentes.blogspot.pt/p/propaganda.html


  8. Depois de ler toda esta esgrima, surge-me uma questão para a qual ainda não encontrei resposta:

    Mas por que carga de água acham as maiorias que, tão só por ser maiorias, têm razão?

    Afinal, a própria história tem-nos provado que os loucos do presente vêm a ser os lúcidos do futuro… mas não, continuamos sem aprender nada e portanto quem não diz comigo é néscio…

  9. chatice says:

    É isso, os lúcidos do futuro comentam as coisas levando em conta a verdadeira tecnologia que existe, não a obsoleta com que temos de viver diariamente, nem aquela que nos aparece periodicamente na publicidade, como sendo o “último grito” da tecnologia.

Trackbacks


  1. […] esta charamba? Se não, ide ouvi-la aqui  e lê-la aqui. Andei uns tempos por lusas terras sem radiações e, confesso, sinto-me muito, muito, mais saudável. Mas olhem que não foi pela ausência das […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.