Cavaco: a ideia do colapso ou o colapso das ideias

pinn-solidarity

Fonte: Presseurope

O estilo bacoco sempre foi o principal ícone da vacuidade do presidente Cavaco Silva. Superficial e bisonho, revela permanente incapacidade de fazer análises sólidas e consequentes do que o rodeia. Dos vários casos de comunicação de que foi intérprete nos últimos tempos, fica a noção da fatuidade, da incoerência e das gafes por parte do PR.

Surpreendido (?) um dia destes com a dimensão do desemprego em Portugal, diz agora que “a ideia do colapso da zona euro está enterrada”. Quem diria? Para mim, o óbvio, eloquentemente óbvio, sublinho, é o colapso das ideias cavaquistas.

Argumenta o PR que a solução estará no acordo no documento a ser aprovado pelo Conselho Europeu, em 1 e 2 Março. Está, uma vez mais, equivocado. O problema grego, ao contrário do que muitos imaginam, não está solucionado e tem implicações sistémicas para a zona euro. Além do afastamento da Grécia do euro, defendido agora pelo Ministro do Interior alemão – os alemães, sempre eles – há analistas a acusar a UE, e a zona euro, da falta de solidariedade entre países.

Neste artigo do “Financial Times”, desmistifica-se a ideia de que a UE continue a ser um espaço de solidariedade e seriamente apostado na coesão social e económica, dos povos que a integram. Muita coisa mudou, com a crise das dívidas soberanas. E efectivamente, houve sim um colapso das ideias subjacentes ao projecto criador de comparticipação dos benefícios e sacrifícios entre os governos europeus.

Mais uma vez, Cavaco está em dissonância com a realidade. Não estranho. Há muito que vem sendo habitual. De lamentar apenas que desfocados discursos sirvam de distracção a tolos e de proveito a políticos desrespeitadores de legítimos direitos e intersses dos cidadãos.

7 comentários em “Cavaco: a ideia do colapso ou o colapso das ideias”

  1. Cavaco atingiu o nível da incompetencia acrescido de ser um grande bimbo!
    As contradições são à pazada e agora habilmente cola a tudo o que lhe parece
    razoável para repetir.
    Aa nova é de que o valor disponibilizado é suficiente e a maioria dos economistas
    portugueses confirmam.
    Espantado com o nível do desemprego, parecendo ter aterrado agora quando
    tudo apontava para esta situação e com agravamento previsto para o presente
    ano e caso a retoma da economia europeia não ocorra nem no mercado europeu
    os jovens portugueses terão alternativa.

  2. O colapso da zona euro seria em termos macro ou micro uma revolução absoluta

    Uma estagnação económica mundial e desconfiança generalizada no sistema económico
    (mais ou menos o cenário alemão de weimar ou do zimbabué a alastrar sobre zonas frágeis
    da ucrânia ao vietname

    o nº de guerras aumentaria…tem razão só há vantages

  3. Mas esde quando é que Cavaco Silva teve uma ideia e/opu decisão inteligente e própria desde que foi primeiro ministreo e as suas IP mal desenhadas que ele nem percebe que são mal desenhadas, desde quando imperou o betão e os bairros das QWuintas da Fonte e ele nem percebeu nada de nada, desde quando aceitou a PAC e não percebeu nada de nada e mandou ABATER o sector primário, fdesde quando teve algum laivo de inteligência e oporrunidade, desde quando tem perfil para PR enxovalhado pelo idiota dos Açoes, enxovalhado num pais qualquer de Leste e calou e devia “dar a volta falando ao menso do seu país em dar à casca, mas desde quando já lá vão 30 anos ninguém percebe que é o mais ignorante dos mais ignorantes de sempre do meu país com os lugares mais altos ??
    Pior do que ele só passos coelho mas por outras razões – quem atirou o país para onde está não foi o euro nem a cabrona da UE – foi cavaco e os imbecis que o roderam e governar – e só vêem isso 30 anos depois ?? mas o que é a UE de 1986 ?’ a de Soares ?’ soares ao menos sabia “cantar canções do bandido”, abotoou-se até dizer chega mas já se foi andando – não afundou o país pois não é BURRO – se for algo não é burro – ouvia outros-SIC 26 fev 2012-05:20- programa sobre fraude monumental dos medicamentos para o cancro – DUKE CLINIC e doentes que se oferecerm como cobaias – não quero ver este PUTEDO das farmacêuticas – as conquistas dos anos 80 estão a vir ao sol – Laboratorio – não quero ouvir mais putedo dos USA

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.