Είμαστε όλοι Έλληνες (Somos todos Gregos)

O que sobra do parlamento grego aprovou mais um pacote de austeridade. Segue-se a revolta social intensa, com final imprevisível. Sem nenhum raciocínio lógico esta tarde deu-me para achar que o objectivo final de Merkozy é a saída dos PIIGS do euro, tipo eu quero uma moeda forte só para mim.

Seja ou não seja, o destino da Grécia está traçado, e o nosso será já a seguir. Ou ainda alguém acredita que a austeridade cega e as privatizações ladras resolvem alguma coisa, e levantam uma economia que se afunda cada vez mais? O Vítor Gaspar acredita, eu sei, mas os loucos não contam e não deviam governar países.

Imagem e título roubados a Os Dias do Fim

Gastronomia portuguesa

Cristiano Ronaldo Acelera no Aventar

Cristiano Ronaldo, Aventador

Cristiano Ronaldo, Aventador - Lamborghini Aventador LP 700-4 (imagem do Jornal Marca)

Mais ou menos…

Em primeira mão o Aventar deu a notícia: Cristiano Ronaldo também aventa.

Agora é do conhecimento de todos – dez pontos à frente do Barcelona, os golos do Cristiano Ronaldo chegam de Lamborghini! Vamos ver quantos marca ao Levante !Foram SÓ 3!  Ao volante deste fantástico carro Cristiano Ronaldo conduz o Special one até ao título, que vai ser histórico: perde os jogos todos com o Barcelona e é campeão!

Queridos, não encolham as manifes

Diz a CGTP que ontem estiveram 300 000 em Lisboa. Sendo óbvio que no Terreiro cabem pouco mais de 120 000, também não ouvi ninguém dizer que estiveram lá todos ao mesmo tempo, e truques baixos como o do JN, que andou a publicar um vídeo feito antes de a praça encher são pura batota. Andamos a inflacionar números de manifestantes desde 75 (quem começou até foi a direita) e agora é tudo muito relativo.

Por mim estou com o espírito do Luís M. Jorge:

Para um espírito prático a fraqueza dos nossos sindicatos só tem estas soluções: ou se tornam muitos e param o país, ou se tornam muito violentos e param o país.

Servem as manifestações para alguma coisa? já ouvi patrões de patrões louvar estas iniciativas: acham eles que o pessoal faz o seu piquenique, extravasa a raiva nas palavras de ordem, e fica muito contente por serem muitos. Em parte é mais ou menos isso, razão porque fica mal à direita encolher a manife, se tivessem juízo ainda falavam em 400 000.

A manifestação eficaz juntará um destes meses os que alinham com os sindicatos com os que nunca alinharam, principalmente os desempregados. E não será em Lisboa, será pelo país fora, provavelmente mais pelo país fora, e desconfio que de norte para sul. Eficaz em número, nem precisando de ser muito violenta, embora conhecendo os hábitos da casa e o funcionamento das panelas de pressão tal seja provável. Já faltou mais, este governo tem-se esforçado por isso, e nesse dia prometo acender uma velinha a Vítor Gaspar, será merecida.

Adenda: além de ser um belo vídeo, estas imagens desmentem quem acha que o Terreiro do Paço nem sequer encheu: [Read more…]

Autonomia e gestão das escolas: é como o Pai Natal!

O Ministério da Educação e Ciência apresentou há uns dias um documento de princípios sobre a gestão das Escolas. E na última semana entregou aos sindicatos uma proposta de Lei para alterar o Regime de Autonomia e Gestão das Escolas.

Vamos então ao debate!

Manuela Mendonça, FENPROF

[Read more…]

Uma história antiga

adão cruz

Há muitos anos, João andava na Faculdade. Encontrava-se no velho Café a estudar umas coisas de embriologia, a estúpida abordagem da embriologia de então, que nada tem a ver com as maravilhosas lições de Richard Dawkins. Estava sentado numa daquelas pequenas mesas quadradas, mesmo junto à porta. [Read more…]

O dinheiro do futebol não tem cor… nem rasto…nem ética!

“Passe de João Moutinho foi vendido a empresa gerida por membro suplente do conselho superior do FC Porto e recomprada a fundo gerido por empresa em que está um ex-dirigente do Sporting.” (in Público, p.4)

O Público sugere que o dinheiro se perdeu numa rede de fundos.

Não me parece. Os estudos mais recentes mostram que existe uma distância significativa entre os recursos disponíveis para os clubes portugueses e para os seus adversários europeus. No entanto, no plano desportivo, essa diferença não é, antes pelo contrário, visível.

Com dificuldades em aceder ao crédito, os clubes Portugueses vão buscar dinheiro onde ele existe.

A transparência? A ética?

Está na Holanda! À venda no Pingo-Doce!

Whitney Houston, 1963-2012; adeus miúda

Esta cachopa cantava num género que não me assiste: delicodoce, romântico a puxar mais pela voz que pela cantiga, muito soul, alma com quem vou pouco à bola.

O género tinha uma excepção: Whitney Houston, capaz de meter um calhau à procura do lenço no bolso, especialista nas grandes canções que fazem um filme lamechas transmitir aquele bocadinho de tarde bem passada nas matinés que compensa o preço dos dois bilhetes.

Só quem nunca se apaixonou não fica triste: morreu Whitney Houston.

À Entrada da Estação de Torre de Moncorvo

Linha do Sabor, anos 70.

Contra o Acordo Ortográfico: o que não interessa

A discussão sobre o Acordo Ortográfico (AO90) não está esgotada. Hoje, e ao longo de mais sete textos, procurarei dar o meu contributo para o debate, sabendo que será praticamente impossível ser original, tal a quantidade de contendores que tem versado o assunto. Procurarei, ainda assim, sintetizar, divulgar e organizar muita da argumentação entretanto produzida.

No debate sobre o AO90, tem havido demasiado ruído para que esse mesmo debate seja efectivo e, portanto, consequente. Entre a confusão de declarações importa definir, antes de tudo, de que é que não falamos, quando falamos sobre o AO90.

Há, por exemplo, quem afirme que não devemos adoptá-lo porque somos os donos da língua e que, portanto, a haver sujeição, deveriam ser os outros países a acatar o que lhes quiséssemos impor. Tudo indica que tais afirmações terão origem num complexo resultante de um desejo de regressar aos tempos colonialistas. [Read more…]