É absolutamente normal (II)

A atribuição de apoio judiciário britânico a João Vale e Azevedo para contestar o pedido de extradição para Portugal surpreendeu uma organização de contribuintes, um credor e um advogado britânico.
Por estar falido desde 2009, o ex-presidente do Benfica foi considerado não possuir meios para pagar a defesa jurídica em tribunal. Porém mantém a morada num complexo residencial de luxo em Knightsbridge, um dos bairros mais caros de Londres.

Jornal de Notícias

Comments

  1. Tito Lívio Santos Mota says:

    quando eu for grande, quero ser pobre como um presidente de clube de futebol 🙂
    Mas será que poderia continuar a ser honesto?
    Duvido !

  2. marai celeste ramos says:

    ouvi hoje 6ª feira – o referido senhor a fazer o seu depoiemento – eu moro num país — que —-

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.