A Tua Cara Não Me É Estranha

Leio que “94% dos gregos dizem não confiar nos partidos políticos, o valor mais alto em todos os países da União Europeia – a média da UE é de 81%”. A crise na Grécia parece estar a fazer mais uma vítima: o sistema político vigente, em que dois partidos se vão revezando no poder “vai desaparecer”. Assim como já desapareceu a classe média grega.
À maneira do recente programa televisivo, que não tenho pachorra para ver, eu digo: “Este cenário não me é estranho”. Não estará muito longe dos 94%, os portugueses que não acreditam nos partidos/políticos; também em Portugal o poder tem sido de dois, sempre os mesmos, as mesmas caras; e, já há muito, a classe média está cada vez mais pobre…em vias de extinção.

Comments

  1. antonio oliveira says:

    Tudo desaparece, extingue-se…..até a chuva!

  2. classe média está cada vez mais pobre…em vias de extinção
    Uma parte da profecia de Marx sobre as classes sociais. A parte mais difícil é, agora, transformá-los todos em proletariado. 😯

  3. Se esta “crise” que varre a Europa servir para banir os sistemas de partidos tradicionais do “centrão”, mais os políticos medíocres de “carreira” que ali pululam, então o sacrifício valerá a pena!
    Já não suporto a maioria das frontes e discursos que enchem a comunicação social.

  4. Antonio Candido A.Monteiro says:

    E se forem banidos todos os partidos que dizem asneiras e acaba-se a Democracia que só resulta com povos minimamente cultos!!

  5. Zuruspa says:

    “A parte mais difícil é, agora, transformá-los todos [os da classe média] em proletariado”, Zé?
    Está é a tornar-se cada vez mais fácil! Eu pensava que a proletarizaçäo do sector dos serviços (identificado com a “classe média”) seria gradual, mas vê-se perfeitamente que se tornou exponencial, vede o exemplo das greves!
    Só a classe média faz greve. Os proletários näo podem, porque andam preocupados demais a contar tostöes, qualquer centavo a menos é uma desgraça.
    A classe média está hoje em dia reduzida… aos funcionários públicos!!!

    Foi o Slavoy Zhizhek que me alertou.

  6. manuel.ferreira says:

    SER RICO É BOM… SER RICO É DESEJÁVEL… SER RICO É SER MAIS E MELHOR…
    Portanto devemos acabar com os pobres…
    Mas se por milagre fosse possível com um simples estalar de dedos acabar com todos os ricos…nenhum pobre passaria a ser rico…antes pelo contrario…os pobres seriam todos ainda mais pobres…
    É PORTANTO FUNDAMENTAL…NECESSÁRIO…E URGENTE…QUE HAJA MAIS RICOS…
    Na população total de qualquer País o numero mágico é 10% de MUITO RICOS…mais 10% de RICOS…depois teremos 20% de faixa MÉDIA BAIXA…20% de faixa MÉDIA…e 20% de MÉDIA ALTA…
    O que deve acabar com muita urgência…são os 20% de MUITO POBRES…é a esses que o Estado deve apoiar e incentivar para que possam ser absorvidos por qualquer uma das outras faixas de rendimento…
    MAS NÃO É COM SUBSIDIOS…É SIM COM TRABALHO…COM MUITO TRABALHO…para que todos possam SER MAIS…e SER MELHORES…pelo seu mérito próprio…
    PARA ISSO…é necessário fundamental e urgente QUE O TRABALHO NÃO PAGUE IMPOSTO…porque quem trabalha merece incentivo e nunca uma penalização…
    E muito menos um imposto progressivo…quanto mais trabalha mais paga…É A MAIOR DE TODAS AS INJUSTIÇAS FISCAIS…

  7. ola mae tudo bom, para ti e um feliz aniversario gosto muito de ti adoro te aliaxe

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.