Tera – Agrupamentos no Grande Porto II

O Aventar, depois da cidade do Porto, de Gaia e de Gondomar, revela o que está em cima da mesa para Matosinhos e para a Maia:

Matosinhos:

– Agrupamento de Escolas de Matosinhos: Escola Secundária Augusto Gomes, Escola Básica Matosinhos (Centro Escolar);

– Agrupamento de Escolas de Custóias e Agrupamento de Escolas de Irmãos Passos (Guifões)

– Agrupamento de Escolas de Senhora da Hora e Agrupamento de Escolas de Senhora da Hora n.º 2: Escola Básica e Secundária Senhora da Hora, Escola Básica 2,3 Senhora da Hora, Escola EBI Barranha, Senhora da Hora;

– Agrupamento de Escolas de Lavra e Agrupamento de Escolas de Perafita;

– Agrupamento de Escolas de Leça da Palmeira / Santa Cruz do Bispo: Escola Secundária Boa Nova, Escola Básica Leça da Palmeira (Centro Escolar);

– Agrupamento de Escolas de São Mamede Infesta: Escola Secundária Abel Salazar, Escola Básica 2,3 Maria Manuela Sá;

– Agrupamento de Escolas de Matosinhos Sul: Escola Secundária João Gonçalves Zarco

Escola Básica 2,3 Prof. Óscar Lopes

– Agrupamento de Escolas de Leça do Balio:  Escola Secundária Padrão da Légua

Escola Básica 2,3 Leça do Balio

Maia

– Agrupamento de Escolas de Castêlo da Maia: Escola Secundária Castêlo da Maia

Escola Básica 2,3 Castêlo da Maia;

-Agrupamento de Escolas de Dr. Vieira de Carvalho: Escola Básica 2,3 Dr. Vieira de Carvalho;

– Agrupamento de Escolas de Gonçalo Mendes da Maia: Escola Básica 2,3 Gonçalo Mendes da Maia;

– Agrupamento de Escolas de Gueifães Escola Secundária Maia e Escola Básica 2,3 Gueifães

– Agrupamento de Escolas de Levante da Maia:  Escola Básica 2,3 Levante da Maia

– Agrupamento de Escolas de Pedrouços

Comments

  1. maria celeste ramos says:

    Hoje esteve como convidadono Eixo do Mal o eurodeputado Carlos Tavares a falar sobre o “ensino” – 4 elementos e controvérsia

  2. jornalista da مدرسة nº 53 nã me afinfem nos tintins says:

    Como docente de matemática da escola pública há 15 anos….. não tenho dúvidas

    não então não dás explicações de matemática como os outros do porto que vieram dar aulas e explicações adjacentes na cova da piedade ?

    que alguns alunos aprendem sozinhos e até costumo dizer que aprendem apesar dos professores. Mas a questão central não é essa. O que importa perguntar é como é que permitimos a todos aprenderem! A TODOS!

    aprenderem o quê?

    para quê?

    o teorema de pitágoras?

    os números complexos?

    não é uma questão de permitir ou negar….

    é todo um sistema que não se revê na escola ou no estado que faz essa escola…

    e o estado é muita gente…

  3. jornalista da مدرسة nº 53 nã me afinfem nos tintins says:

    como um aluno disse…isto não são aulas…

    aulas é agente copiar as respostas certas…não inventá-las isso é estúpido

    obviamente é estúpido

    ensinar é dar as respostas certas

    mesmo que estejam erradas…

  4. João Paulo says:

    #2 e 3 Obrigado por teres comentado e se me permites vou passar ao lado os rodapés… Que escola e para que serve a escola é de facto a questão. Tens toda a razão. O que está em cima da mesa não é saber se a Escola Pública, como está, está bem. Alguém aqui escreveu isso? O que eu digo é, a Escola Pública tem feito um fantástico trabalho e tem MUITO ainda para melhorar. Os exames são um instrumento errado para melhorar os processos. Simples.
    JP

Trackbacks


  1. […] por João Paulo Já aqui revelámos a lista de TERA – agrupamentos do Porto, de Gaia, da Maia e de Matosinhos, de Gondomar. Chegou a vez de […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.