O Norte e os chulos

Para acabar de vez com a chulice

Comments

  1. Jorge Cunha says:

    Esqueceu-se de referir que é a região que mais foge aos impostos, a forma como os dois supostos grandes empresários obtiveram a fortuna e à custa de quem, como o “sucesso” desportivo do clube local foi conseguido etc. Escrever patacoadas não faz delas verdades e se não têm um líder se calhar deve-se ao facto de não os haver. E uma última; experimentem dignificar as pessoas com ordenados decentes e vejam onde essa suposta indústria florescente vai parar.

  2. nightwishpt says:

    Ó Cunha, experimente deixar de roubar os subsídios europeus.

  3. antonio oliveira says:

    Não há engano no “link” ?

  4. MAGRIÇO says:

    “ …se o Norte é a segunda região que mais contribui para a riqueza do país, por que é que continua a ser a mais pobre e negligenciada?” Excelente pergunta do Jorge Fiel, que terei muito gosto em ajudar a esclarecer informando-o dos destinatários a quem ela pode ser colocada:

    (Governo anterior)
    Sócrates, natural de Alijó (norte);
    Teixeira dos Santos, natural da Maia (norte);
    Santos Silva, natural do Porto (norte);
    Rui Pereira, natural de Paredes (norte);
    Alberto Martins, natural de Guimarães (norte).

    (Governo actual)
    Passos Coelho, natural de Coimbra (a norte de Lisboa);
    Miguel Relvas, natural de Aveiro (a norte de Lisboa);
    Álvaro Santos Pereira, natural de Viseu (norte);
    Aguiar Branco, natural de Lordelo (norte);
    Paula Teixeira da Cruz, natural de Luanda;
    Assunção Cristas, natural de Luanda.
    Fica assim demonstrado que também tem todo o direito de reclamar como do norte a chulice a que se refere.
    O tradicional regionalismo bacoco está a descambar para a saloiice intolerante e boçal.

  5. Pentesiléia says:

    É um facto que o centro decisor está em Lisboa, mas as decisões são tomadas, na sua maioria, por provincianos, que não o são só de nascimento, isso é irrelevante, mas sobretudo de mentalidade que nem os anos de faculdade conseguiram disfarçar. Desde Caminha a Boliqueime.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.