De Visigordo para Magrebino

O facebook é mesmo assim. Um visigordo anda distraído a ler o que lhe aparece no mural e dá de caras com coisas destas de um magrebino.

 

Que não se pense que o autor da prosa se enganou quando escreveu “hospitaleira gente do Porto”. Não, muitos deles pensam mesmo isto. Mesmo. Consideram a malta do Porto (e do Norte, não se iludam) um bando de arruaças, de pacóvios, saloios e provincianos. Acham, acham.
Obviamente, esquecem o autocarro de adeptos incendiado, o assassinato de um adepto numa triste final da Taça de Portugal, as agressões no seu pavilhão. Esquecem. Eles são uns meninos de coro e para eles somos todos donos do “Calor da Noite”. Pois é.

 

Porém, as senhoras do “Calor da Noite” são bem mais sérias que autores deste tipo de prosa.

Apenas factos…

Mapa_Regiao_Norte_Portugal

A Região Norte é a mais pobre de Portugal e uma das mais pobres da Europa. O seu PIB “per capita” situa-se nos 80% da média nacional e nos 60% da média europeia. Sendo, reparem, a mais especializada na produção de bens e serviços transacionáveis e a de maior orientação exportadora a nível nacional. Algo verdadeiramente espantoso.

Além disso, para piorar o cenário e contrariar algumas ideias erradas, é a região mais penalizada pela aplicação dos fundos estruturais. Agora reparem: a Região Norte apresenta persistentes excedentes da sua balança de bens e serviços (e esses excedentes são os maiores, em termos absolutos: 5 milhões de euros em 2012). Factos.

Por fim, a Região Norte continua a aguardar que o governo nomeie um presidente para a CCDRN (Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte). É verdade. O anterior presidente faleceu a 14 de fevereiro.

Factos. Apenas factos…

O Norte do antes quebrar que torcer já lá vai

Sabem aquele ditado “os cães ladram e a caravana passa”? Sinto o mesmo em relação à relação dos diversos ‘governos da República’ e o Norte. Não há governo que não seja acusado de macrocefalia lisboeta, de esquecer o Norte, e todos eles são apontados como os piores nesse departamento. Com naturalidade este é agora o pior de todos, o mais macrocéfalo lisboeta de todos os macrocéfalos lisboetas.

Porque cortou no apoio à Casa da Música. Porque esqueceu as particularidades do Aeroporto do Porto na privatização da ANA. Porque vai passar a produzir em Lisboa o programa Praça da Alegria. Porque foi a Bruxelas buscar dinheiro para aplicar na Madeira e em Lisboa, a regiões do país mais ricas, dizem os números.
Vimara Peres

[Read more…]

A Praça do Norte saiu à rua

Foi assim que se continuou a vigília de ontem.

Confesso que já tenho alguma dificuldade em explicar o que me leva a sair à rua, numa noite de inverno, mas vou tentar mais uma vez.

No último ano (se calhar nos últimos!) não vi uma única vez o Programa Praça da Alegria. Estou longe de ser o fã número um do Jorge Gabriel ou da Sónia Araújo.

Não consigo também dizer apenas coisas boas sobre o nosso serviço público de televisão. A RTP tem muito a melhorar? Claro que sim.

Mas a minha participação, tão activa quanto possível, nesta LUTA não se prende com nenhum dos pontos acima referidos.

O que está aqui em causa é uma tentativa do “poder” (governo? administração? outros operadores?) em iniciar a destruição do parte da nossa identidade! Nossa, do Norte! [Read more…]

RTP

A comunicação social em crise aproveita tudo o que mexe para se safar – no jornal I  fala-se da RTP Porto e de como esta é um problema, segundo eles, o maior dos problemas.

Há coisas que não são para explicar – a RTP tem que existir a Norte e não apenas no formato delegação. E tem que existir porque sim. A dimensão noticiosa de um país civilizado exige a presença do serviço público de informação (televisão e rádio, neste caso) de proximidade.

O jornalismo está longe de ser uma ciência exacta e por isso as vivências dos jornalistas, a sua existência enquanto pessoas junto da população é fundamental para perceber o pulsar do país e, com base nisso, construir informação de valor acrescentado. Reduzir a RTP a Lisboa ou, pior, reduzir a RTP à SIC e à TVI é um mau caminho que prejudica o país.

Quero que parte dos meus impostos continue a ser utilizado na RTP, no serviço público de informação e, claro, na sua produção no Porto e nas restantes delegações a norte.

A solução para o país não passa por fechar a paisagem e levar tudo para Lisboa.

—-

Actualização via face: Encontrei este texto da Jornalista Magda Rocha que não resisto a publicar: [Read more…]

Estamos à Vossa espera:

Nesta altura o Norte de Portugal prepara o verão. As festas populares são o pontapé de saída. Por isso, aqui fica o convite através de um vídeo que procura mostrar uma parte do Norte de Portugal em apenas cinco minutos. Foi o vídeo de apresentação da primeira Loja Interactiva de Turismo da Europa inaugurada ontem no Aeroporto Internacional do Porto – Francisco Sá Carneiro:

 

O Norte e os chulos

Para acabar de vez com a chulice