O vómito e a revolta

«Quando num tratado internacional supostamente escrito em PORTUGUÊS (“unificado” — assinado por um governo português, aprovado por um parlamento português e ratificado por um presidente português — se lê, como lá em cima no número 7 da Base X, uma monstruosidade como “as formas rizotónicas/rizotônicas acentuadas fónica/fônica e graficamente” a única reacção possível é o vómito e a revolta»
António Emiliano, 16/4/2012

http://issuu.com/roquedias/docs/ae_nota_xlix/1

Comments


  1. O vómito/vômito e a revolta/detestação.

Trackbacks


  1. […] Miguel Valada, no Aventar, April 16, 2012 at 09:00PM Partilhe:Gostar disto:GostoBe the first to like this […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.