O sol, e também a lua, nascerá para todos nós

Sendo que duas coisas perdi pela mesma idade, a virgindade e a ilusão de que um país pode ser o farol do mundo, e ganhei outras, como a de aprender que a  história pode andar muito depressa quando pensamos viver muito devagar, a certeza de que vamos dar a volta a isto, via-a ontem, quando o mundo se deitou assim:


E viva a Argentina. O que se privatiza também se nacionaliza. Um dias destes é  a vossa vez de terem medo.

fotografia de Juan Cruz Ordóñez

Comments

  1. Olha que não, olha que não. says:

    Já leste o 31 hoje?

  2. Claro que sim.O que é Nacionalizado é de Todos. O que é Privatizado é de alguns ou de Filhos de “algo”. A questão de serem sempre os mesmos a dizerem que o Estado não tem “inclinação” para gerir Empresas, e que sendo privadas dão lucro e as que pertencem à Nação dão prejuizos, só demonstra o carácter e a confirmação de incompetência. Quem não sabe gerir uma empresa também não saberá gerir um Estado.

  3. Tito Lívio Santos Mota says:

    eu também acho muito bem o que faz a Argentina.
    Mas o que me mete medo são as declarações da Comissão Europeia.
    Preparam a privatização do subsolo na Europa.

  4. maria celeste ramos says:

    E da água potável do mundo que só chega até 2040 se se continuar a desperdiçar e a poluir porque a água é um ciclo fechado – não há mais do que a que há e que nem sempre chega a tosos os lados, como não chegou este ano ao meu país

Trackbacks

  1. […] meu amigo João José Cardoso, neste ‘post’, realçou que o que se privatiza também se nacionaliza. Não poderia estar mais de acordo e, numa […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.