Câmara comunista desaloja Cáritas

Hoje todos os telejornais vão abrir assim:

Uma câmara de maioria comunista mandou desalojar a Cáritas Diocesana de um edifício propriedade do município, depois de se recusar a negociar a sua permanência em virtude de “ter em estudo um projecto social para aquele local“.

Esta atitude causou a indignação da população e da hierarquia católica, revoltada esta com o que classifica como “um ataque à religião e à livre iniciativa da sociedade civil em prol dos mais desfavorecidos”.

Um porta-voz do governo lamentou a impossibilidade de intervir neste caso, mas garantiu: “em breve tomaremos as medidas legislativas adequadas para impedir que um autarca possa violar desta forma vários preceitos constitucionais“.

Entretanto e no decorrer da desocupação, um morador local, utente dos serviços prestados pela Cáritas, regou-se com gasolina, mas a rápida intervenção policial evitou o pior.

Comments


  1. Para onde vais Rio que eu cant(ei)…

  2. Afonso Jorge says:

    Quando é que os anormais da polícia enfiam naquelas “monas” que quando fazem o juramento é para defender a Constituição e não para obedecer a ordens FASCISTAS de qualquer presidente de câmara ou membros de governo.


  3. Brilhante, partilhei

  4. xico says:

    Aquele não é um espaço público. É propriedade privada da Câmara. Essa sim, pertence ao povo. Ao povo que elegeu os seus legítimos representantes. É da constituição que as forças armadas e policiais defendam e obedeçam aos legítimos representantes do povo. Os senhores que ocupavam a escola que legitimidade têm para falar em nome do povo?
    E se a Cáritas for despejada por não cumprir com o estipulado, será muito bem despejada.
    Facistas são os que falam em nome do povo sem serem mandatados para tal, Sr. Afonso Jorge. É da constituição!


  5. Têm a legitimidade do apoio do povo daquele bairro, como se vê muito bem num vídeo aí em baixo.
    E RR pode ter ganho eleições, mas acima disso estão vários princípios.
    Não tem o direito de deixar ao abandono um edifício que não foi pago por ele. Não pode mentir como hoje fez num comunicado. Não pode ocupar um cargo público pensando apenas nos seus ódios pessoais e borrifando-se para o bem comum.
    A democracia também é isto.

  6. xico says:

    A democracia também é isso, João Cardoso, também. Mas é obrigação do presidente da Câmara assegurar que todas as associações tenham acesso em igualdade de circunstâncias aos espaços sob jurisdição municipal e não ficar refém de quem chegou primeiro e ocupou. Mesmo com as maiores das boas intenções. Democracia também passava por um entendimento e relacionamento entre as partes. Será que houve essa vontade entre as partes envolvidas? De todas?
    E a legitimidade tem de ser medida. O instrumento de medição não será concerteza um vídeo. Os diversos fascismos também sabem, melhor do que ninguém, mostrar vídeos e filmes de legitimidade. O João Cardoso sabe melhor do que isso.
    Tenho pena que um bom projecto tenha acabado daquela forma, mas quero crer que a culpa não está só de um lado.
    E chamar fascistas a quem legitimamente ganhou eleições não me parece muito democrático.

  7. Silvério Coutinho says:

    Que o Dr. Rui Rio mostre o contrato que, segundo ele, os “okupas” não quiseram assinar.
    Sera esclarecedor para esta situação.

  8. ainda penso says:

    No meio disto tudo, ainda não percebi porque diz que foi numa câmara comunista… Que eu saiba o Rui Rio é representante do PSD partido actualmente no governo e que curiosamente não está a desalojar uma associação mas sim um país inteiro. É assim que se criam rótulos e classificações erróneas. “O seu a seu dono”. Não é, definitivamente, uma câmara comunista.


  9. Pensa mal. Ou melhor, não pensou que a ironia pode ser traiçoeira, mas que eu saiba Rui Rio também não expulsou a Cáritas.


  10. Ninguém chegou a um ponto fulcral (para mim) disto tudo: se fosse para a Cáritas, a Câmara dava subsídios e fazia obras de remodelação e tudo o que fizesse falta, DESDE QUE os responsáveis bajulassem o Sr. Presidente Rui Rio. Coisa que os okupas nem amarrados!
    Há que ensinar respeitinho a estes anarquistas, cacete neles!

Trackbacks


  1. […] José Cardoso, no Aventar, April 19, 2012 at 07:00PM Partilhe:Gostar disto:GostoBe the first to like this […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.