Mosteiro da Batalha

Para comemorar Aljubarrota, o rei D. João I decidiu construir, a cerca de 3 km do local da batalha, um mosteiro consagrado a Nossa Senhora da Vitória – a vitória contra os castelhanos. Mosteiro da Batalha acabou por ser a designação mais conhecida, ao ponto de dar o nome à vila onde se implantou.
Para além do breve documentário apresentado, é possível fazer uma Visita Virtual ao Mosteiro e a todas as suas salas. Excepcional e muito funcional para sala de aula.

Da série Filmes para o 8.º ano de História
Unidade 4.3. – Crises e Revolução no séc. XIV

Comments

  1. maria celeste ramos says:

    Eu que vi tantas catedrais em toda a Europa e nunca vi nenhuma de pedra rendilhada e quse cor de rosa como o Mosteiro da Batalha – pena terem-lhe feito em cima uma estrada mal desenhada que polui e desfaz com CO2 aquele calcário macio e frágil – as bestas do costume – os “jamés” que dão prioroidade à estrada e automóvel e não sabem o valor de Portugal e das suas pedras históricas – a estrada antiga passava em frente e agora passa quase em cima do telado (que não tem nas Capelas Imperfeitas – este país sempre foi governado por “animais” predadores

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.