Cuidado com o dono do cão

«Cuidado com o cão»; «cuidado cão bravo»; «cuidado cão feroz Pit Bull»; «Beware of the dog enter at your own risk».

Vemos estas inscrições nos portões das casas. Algumas nem cão têm, mas dar a entender que ali há um, pode assustar eventuais larápios e afins… Um cão mete respeito.

Só num mês soube-se de três casos, dois deles fatais (a senhora de 71 anos do Faial e a menina de 20 meses no Porto).

Há que prevenir o próximo ataque!

Há que responsabilizar os donos destes cães perigosos e «potencilamente perigosos»!

Do que é que se está à espera?

Comments


  1. É inadmissível que certo/as senhores/as tenham e passeiem os seus cães perigosos soltos. O estatuto de que querem usufruir não lhes dá o direito de atentarem contra a vida humana.

    • Dora says:

      Qualquer cão deve passear com trela. Não entendo quem o não faz. Uma vez perguntei a um dono porque é que ele não usava coleira nos seus 2 poderosos cães. Resposta: porque os tenho num apartamento e quando vêm à rua é para terem liberdade.

      Depois de o ter mandado para um sítio pouco recomendável, um dos cães e depois o outro, tipo matilha, atacaram o meu rafeiro que ia de trela comigo. Deitei-me para o chão para apanhar um deles. E apanhei. Naquele momento não pensei em mais nada. Podia ter-me dado muito mal. O meu rafeiro ficou com uma orelha rasgada que teve de ser tratada durante 2 meses no veterinário.

      O dono disse para lhe apresentar a conta.

      A partir daí nunca mais o vi.

  2. Miguel says:

    Gostos não se discutem….. mas para mim um cão é companheiro meigo, não tenho qualquer interesse em ter um companheiro violento, a não ser que tb o seja.

  3. Amadeu says:

    Perigosos são os donos de pilas pequenas que, para compensar, escolher cães grandes de raças potencialmente perigosas.

  4. maria celeste ramos says:

    Há homens muito mais perigosos e nem se lhes pode pôr açaime – mas estes cães potencialmente perigosos disse ontem um treinador (programa TV) que é prrciso serem domados e ensinados e saber tratar com eles porque não se trata de cão de qualquer maneira – Já vi na rua a besta de um homem bater com ferro ao seu próprio cão, de trela, só porque viu outro e começou a ladrar – xatiei-me com a besta do homem- mas eu diria e nem sei se é assim que os cruzamentos que fazem os ingleses tão adorável povo amigo de pets têm tanta mania de cães de raça pura que quando fazem os cruzamentos para a pureza pois que não gotam de “rafeiros” os bichos são loucos e doentes e sofrem horrores com ataques de esquizofrenia e outras anomalas que os leva a abatê-los – vi vários documentários na SIC e os pobrezinhos dos bichos e o seu sofrimento – ninguém resolve andar com coiotes em casa e na rua


  5. Tal como está expresso, e muito bem, na imagem do post, perigosos são os donos (e, já agora, porcos são os donos que não apanham os dejectos dos seus cães, mal educados são os donos que não educam os seus cães, e por aí adiante). Em toda a minha já longa vida fui mordido por 2 cães: 1, quando era menino, porque o bicho era cego, eu não sabia e sem querer tê-lo-ei assustado; outro, há apenas 5 ou 6 meses, um cãozinho de raça indefinida do tamanho de um fox terrier de pelo curto, que durante uma breve troca de impressões com uma acompanhante nervosíssima que me descrevia o mau carácter do animal, saltou-me de repente e sem qualquer razão (nem sequer estava a gesticular) saltou-me a uma das mãos e mordeu-me. Nenhuma pessoa com medo de cães devia ter ou passear um. Os cães são animais de matilha e sentem o medo de quem está com eles, sentindo-se na obrigação por isso de atacar aquele que o dono medroso lhes faz crer que é um potencial agressor. Isto, para referir apenas 1 de entre o inúmero de coisas estúpidas que as pessoas fazem com os cães (e não só).

  6. nunes says:

    Em Alcains á um cão cruzamento de raças perigosas, matou um cão pequeno na via pública foi denúciado a GNR foi houvida uma testemunha até aqui tudo normal.Como o dono do cão de raça perigosa é amigo do presidente da camara e da junta de freguesia tudo mudou, Como o presidente da camara e da junta controlam poder judicial e policial alteraram a declaração da testemunha .No meio disto tudo o culpado é o dono do cão que morreu.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.