Passos Coelho acumula cargo com actuações cómicas

Passos Coelho, revelando uma mestria própria dos grandes comediantes, declarou, num espectáculo ao vivo, que o governo deu “sentido aos sacrifícios dos portugueses“. Aproveito para revelar alguns dos dados em que, provavelmente, se baseou o primeiro-ministro/artista de stand-up para criar essa piada:

Receita fiscal aquém do esperado no orçamento aprovado em Abril

Eurostat aponta desemprego recorde de 15,7% em Portugal

Mais cortes na Segurança Social

Helicóptero do INEM em Vila Real demorará “o triplo do tempo” a socorrer Bragança

Mais de 43 mil professores sem trabalho no novo ano letivo

Custos com material escolar podem ultrapassar 800 euros em família com três filhos

Neste momento, sou forçado a parar, porque estou cheio de dores nos abdominais: o comediante faz-me rir descontroladamente; o primeiro-ministro provoca-me uma irritação pouco saudável.

Comments

  1. Pisca says:

    parece-me que as Produções Ficticias anda a escrever-lhe os discursos, mas só pode ser um estagiário escondido lá num canto

  2. MAGRIÇO says:

    Se ao menos tivesse consciência, sempre podia fazer-lhe um exame…

  3. maria celeste ramos says:

    Este senhor tem a boca muito grande e aberta e o olho pequenino – com o olho não vê e com tal boca ou entra mosca ou sai asneira – nem é boca é bocarra – merece o destino do 1º ministro da Islândia ?? (ir para as grades) e nem tinha de ir sozinho pois podia levar todo o seu competente staff incluindo o “tapa-me a mim que eu tapo-te a ti”
    Que desgraça ou maldição caíu sobre o país que nem o tempo ajuda e este calor de estrelar ovos ainda séca mais … tudo o “mais” …. Se calhar até é bom sinal haver menos universitários e mais escolas profissionais – já está visto que nas universidades (privadas) não se aprende nada – mas quem quer saber nem da universidade precisa – a vida e o trabalho “ensinam” e pelos vistos o trabalho que fazem é demolidor estilo bulldozer – ou pitt-bull – e até têm “raiva” e tudo e o esterco que fazem nem é de vaca que aduba a terra – é esterco inútil e em é asséptico – Cala e fecha a boca seu economicista baratucho

  4. edgar says:

    Borrifando-se para os tratados, para as estruturas eleitas e para os restantes parceiros, Merkel e Hollande criam um grupo de trabalho para “reformar a UE”.
    Passos Coelho garantiu que o pacto é para cumprir o mais rapidamente possível.
    Marcelo, impávido e sereno, explicou hoje que qualquer decisão passa pela troika, acrescentando: – Não é desgraça, é assim!
    Rasgar este humilhante pacto assinado pelas troikas já não é apenas essencial para evitar maior desastre mas é também afirmação patriótica de dignidade e soberania.
    Irra! Temos quase 900 anos de história ao longo dos quais morreram muitos milhares de portugueses a defender a soberania nacional.
    Esta permanente subserviência aos ditames da troika e da merKollandia revolta e envergonha quem não se rende e continua a lutar.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.