O orçamento geral do estado


Confirma-se o roubo. Sim, estou a apelar deliberadamente à violência, em legítima defesa, é claro. Pessoalmente continuarei a ser assaltado, apenas mais assaltado. Muitos, principalmente os que vivem pior, serão dizimados. Deste país vai sobrar um mapa.

Claro que podemos pôr as mãos no assunto. Soltem-se a garras de um povo que já tantas vezes já soube dizer Basta, mas que verdade se diga outras tantas se encolheu. É nisso que eles confiam, é disso que se riem, é por isso que temos de lhes abrir as portas de emigração.

Fotografia do Público

Comments


  1. Esta extorsão,disfarçada de oe,legitima todas as lutas.
    Os salafrários lacaios traidores que a protagonizam legitimam todas as pedras.

    mário

  2. Marília Costa says:

    E o mais anedótico e ridículo é o Sr. Ministro que estava nas notícias das 20 hrs, a ser entrevistado na SIC, sobre o O.E., dizer com um ar naturalíssimo que as medidas implantadas, eram iguais para todos, e portanto todos IRIAM CONTRIBUIR DA MESMA FORMA para o cumprimento dos objectivos, esquecendo esse deficiente mental que “a mesma forma” que ele referia não o atinge a ele, político, cheio de mordomias e altas contas bancárias, de modo longincuamente parecido a um simples reformado ou pensionista ou desempregado que vê o seu “income” mensal que não chega a atingir os 400 €, ser taxado com a mesma percentagem de quem aufere vários milhares de euros…. E esta classe vai sobreviver como? Vai durar mais uma ano como, se os parcos euros mensais possivelmente não irão chegar para alimentação, médicos e farmácia….. Mas será que ao passarem a ser activos na política, perdem a noção do ridículo daquilo que lhes saem pela boca fora?????? Que tristeza de País…


  3. “O povo ‘e sereno, isto ‘e so fumaca…”!!! Ai Portugal, Portugal; do que ‘e que tu estas ‘a espera; tens um pe numa galera; outro no fundo do mar…”!!!

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.