4 comentários em “50 anos”

    1. Que viveu, segundo os especialistas em História deste blogue, numa época em que os funcionários públicos ganhavam mal e porcamente, não tinham subsídio de férias nem de Natal e trabalhavam mais de 40 horas por semana.

      1. Naquele tempo todos ganhavam mal e porcamente. Ainda me lembro de o meu pai, que não era funcionário público, mas da área da contabilidade, trabalhar ao Sábado. Se está com saudades desse tempo, talvez lhe se cumpram os seus desejos de vivermos todos como naquele tempo.

  1. Edgar Cardoso funcionário público que elaborou o projecto construído no tempo previsto e sem adicionais – fez escola deixando um grande discípulo que fez várias pequenas pontes em Portugal e fora do país – Aliás a ponte 25, de projecto não nacional, fiscalizada pelo engº Canto Moniz, foi construída e inaugurada antes do tempo previsto de construção e de preço total de custo dentro do previsto e sem adicionais inaugurada em agosto 1966 – aliás como a ponte do Guadiana de projecto o engº Luis Câncio Martins sem ultrapassagem de tempo previsto de construção – e ficou-se por aqui em termos de planeamento projecto e construção e fiscalização de técnicos portugueses o mesmo sucedendo com ampliação do aeroporto do Funchal de projecto do engº Segadães, com prémio europeu que, igualmente, fez o projecto de reconstrução de parte do túnel do Rossio quando se abriu buraco por onde caíu camionete de passageiros – sem conversas nem escândalos nem notícias de jornais de escândalos

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.