A Cavaco, os partidos dizem

No seu discurso,  Cavaco Silva disse que:

No contexto das restrições de financiamento que enfrentamos, a recente crise política  mostrou, à vista de todos, que o País necessita urgentemente de um acordo de médio prazo entre os partidos que subscreveram o Memorando de Entendimento com a União Europeia e com o Fundo Monetário Internacional, PSD, PS e CDS.
É esse o caminho que deveremos percorrer em conjunto. Darei o meu firme apoio a esse acordo

Na prática, parece-me que o Governo actual acaba de ser demitido e a bola é atirada para o lado dos partidos.

O Presidente volta aos resultados das últimas eleições, onde 80% dos votos foram nos partidos que assinaram o memorando e sugere um novo acordo entre o PSD, o CDS e o PS.

O PSD e o CDS abanaram com a cabeça para dizer que sim, mas sem grande convicção. Por outro lado, Alberto Martins, numa declaração que me parece absolutamente correcta, referiu que  o PS só irá para o Governo, através de eleições. O Bloco e o PC mantiveram as declarações dos últimos tempos: este governo já não existe e temos que ir para eleições.

Comments

  1. Joaquim says:

    Não vi a tv, mas ouvi qualquer coisa … que um silva disse?
    “Se os bancos podem ir à falência? Ai podem, podem”.
    Foi isso que disse o silva, ouvi bem?

  2. edgar says:

    E diz que é o presidente de todos os portugueses?

  3. nightwishpt says:

    Em resumo, a múmia palhaça disse que o PS tem obrigação de dizer que sim a tudo o que Passos Coelho disser.

  4. Quem não conhece o cavaco que o compre , também é falso UEM

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.