A verdadeira Troika da direita

O grupo de boys incompetentes que nos tem roubado nos últimos anos procura vender a ideia que a salvação está mesmo a chegar e que, ali ao virar da esquina, está a luz.Só não dizem que a luz ao fundo do túnel é ainda a luz da frente do comboio que nos vai trucidar

Podiam ser sinceros e apresentar a verdade toda. Confesso que, pessoalmente, teria o mesmo comportamento, mas pelo menos tinha a certeza que lutava contra alguém que tinha apenas ideias diferentes das minhas. Mas, não. Esta gente não se dá a esse respeito.

As verdadeiras intenções deles podem ser arrumadinhas em três pacotes:

a) Refazer os grupos privados das famílias que dominam  o país há uns anitos. O 25 de abril foi para eles apenas um intervalo. Para isso é preciso privatizar tudo o que possa dar lubro (os CTT, a TAP, a RTP, os Estaleiros, …)

No caso de Viana do Castelo seria interessante perceber o papel que o BES tem no processo. É só investigar…

b) Empobrecer a população baixando o custo do trabalho, transferindo assim, rentabilidade do lado do trabalhador para o lado do capital. A ideia é simples, quanto mais baixo for o rendimento, mais dependentes as pessoas ficam e, por ligação directa, quem é menos livre, obedece mais.

c) Destruir o estado social, nomeadamente o trio Saúde-Educação-Segurança Social. Esta dimensão poderia ser colocada na alínea A. Os funcionários públicos perdem rendimento descontando mais para a ADSE e o dinheiro desta, já excedentário, vai direitinho para os grupos privados de saúde. A Segurança Social, ao nível das pensões é para entregar nas seguradoras, reduzindo o Subsídio de Desemprego a nada e acabando com outro tipo de apoios sociais, deixando nas mãos da Igreja o “negócio” da caridade. Quanto à Educação, a vergonha do cheque-ensino é o melhor cartão de visita do que eles querem.

A minha única dúvida é: os verdadeiros Sociais Democratas ou os verdadeiros Democratas Cristãos vão permitir? Até quando o silêncio?

Comments

  1. Fernando says:

    NÃO ESQUECER O PARTIDO SOCIALISTA!

    Nunca teria saído na rifa um jotinha parasitário como o Passos Coelho se o partido socialista, um partido neo/não-liberal mas mais dissimulado que o PSD/CDS, sem o seu contributo!

    Quando o partido socialista voltar ao poleiro a austeridade vai continuar, certamente mais dissimulada, certamente com mais sentimentalismo hipócrita absolutamente inconsequente que os socialista nos tem vindo a habituar.

    E a “austeridade” (esquema de extracção de riqueza da maioria para a oligarquia financeira parasitária) vai continuar com o PS porque:

    1º – Os socialistas não tem um projecto de desenvolvimento económico-social para Portugal.

    2º – Os socialistas acreditam na actual globalização pró banca-multinacionais anti-classe trabalhadora, classe média, e todos abaixo de ambas estas duas classes, ou seja, a esmagadora parte da população.

    3º- Os socialistas são €uro-fetichistas, €uro custe o que custar, nem que o custo seja levar grande parte da população portuguesa para a pobreza/ miséria;

    4º – Como os socialista não fazem ideia e/ou não tem vontade real de fazer Portugal progredir fazem o que infelizmente caracteriza aqueles que se estão nas tintas para os objectivos que juraram defender, ou seja, mesquinharia, partidarite, insuflar de egos, encher os bolsos de €, e promessas inconsequentes de forma a manter a regabofe por mais uns tempos.

    O desfasamento entre os interesses da maioria da população e os interesses daqueles que fazem parte do PS é ÓBVIO!
    Votar no PS é uma INUTILIDADE se fazes parte da maioria da população!


    • Confesso que até poderei aceitar algumas questões relativamente a algumas pessoas do PS, mas tal como não confundo o PSD com estes ladrões do Governo, também não misturo a matriz do PS com esta leitura da realidade.
      JP

      • Fernando says:

        E do que vale a matriz do PS (seja lá ela o que é ou o que foi) na actual situação degradante deste país?
        Vale absolutamente nada!
        Na actual situação em que se encontra este país e o mundo partidos um pouco menos activos, mas cúmplices na destruição económica induzida merecem tanto repúdio como os mais activos.
        Não precisamos do PS, o PS é uma inutilidade, um partido da banca.
        Precisamos de pessoas que defendam o fim do regabofe dos banqueiros, que defenda quem trabalha, que acredite no desenvolvimento humano, que acredite do progresso, que repudie veemente as forças obscurantistas que estão a impor um dos maiores ou mesmo o maior retrocesso civilizacional que a humanidade já assistiu.
        Nada disto é revolucionário, mas o extremismo-passivo dos socialistas fazem o senso-comum parecer radical!

        Vivemos tempos perigosos, tempos de uma violência cada vez mais indisfarçável, aqueles que ainda apoiam o PS terão muito provavelmente que tomar decisões difíceis, uma delas, é se podem continuar a defender o PS, é porque a probabilidade do PS continuar a servir as oligarquias é bem grande… Querem ser cúmplices daquilo que sabem bem que é errado?

        • Sempratento says:

          E acha que é com esta gente do PPD/CDS que Portugal vai sair do atoleiro? Nem com estes Jotinhas sejam eles do PS,PPD ou CDS vamos sair da M.E.R.D.A. não esqueça que começamos a afundar logo desde 1985 quando a troco de um prato de lentilhas se destruiu a Agricultura, Pescas ,Industria e nem a Frota Marítima escapou começamos a consumir mais de 60% de produtos vindos de fora, ora se Portugal não tem petróleo nem diamantes algum dia o que aconteceu no tempo do Sócrates ia acontecer, a factura do dinheiro que veio desde 1985 um dia era apresentada fosse quem fosse governo ou desgoverno, e vamos levar dezenas de anos a recuperar mas para isso é preciso termos gente descomprometida e não estes jotinhas que nunca fizeram nada nem sabem fazer, a única coisa que sabem fazer é obedecer ás ordens dos chefes dos partidos.


  2. O SÁBIO POVO que votou Cavaco, votou Guterres, votou Durão, votou Zé Sócrates, votou PPC (+ PP) e votará Tó Zé Seguro.
    Quem dá mais, quem dá mais – que a GENTE paga, resmunga e vota outra vez…

    O POVO são ELES.
    ELES são o POVO.
    Pelos vistos: ambos querem o mesmo.
    É a festa da DEMOCRACIA!
    Eis o mistério da FÉ!
    É a vida.


  3. bonito.
    O email não é para publicar, hein?


  4. e não é que estão a conseguir levar as suas intenções avante?

  5. Chuva na viatura says:

    ” A minha única dúvida é: os verdadeiros Sociais Democratas ou os verdadeiros Democratas Cristãos vão permitir? Até quando o silêncio? ”

    Ao têr acertado com toda a agenda da DIREITA, até pensei que conhecia a história desdo o inicio, mas vou-lhe perguntar “inocentemente”, mas o Sr. está a tentar ilibar alguém?!
    Desde quando sêr Democrata Cristão não nos colocou aqui?!
    “O negocio da caridade?!” … Das “Misericórdias” populadas por sanguessugas corruptas do mais corrupto que existe… E o numero de ROMA, por acaso é muçulmano?!
    Faça-me um favôr… Vá a Fátima, comprar uma velinha e rezar pela alminha, que o corpinho já era…

    OS DEMOCRATAS CRISTÂOS toda a gente sabe, que DEUS tem uma biblia na mão, e um exercito na outra, de tão bonzinho e CARIDOSO que é… Curiosamente o mesmo “Exercito” do qual tu nem falas… 🙂 É melhor, não se vá fazer 1+1—

    Diz que se fôr através de “AGENCIAS” tu nem percebes quem são… 🙂
    Mas as tecnicas são as mesmas… Fia-te na Virgem e não corras não… 🙂
    Essa dos “FALSOS CRISTÂOS” tá muito boa… Hó Hó Hó… Deverás saber tu tão bem quanto eu que “CRISTÂOS” verdadeiros são como JUDEUS verdadeiros, não será na missa que os encontrarás… 🙂


    • Meu caro, estou longe, muito longe de ser qualquer dessas coisas. O que perguntei foi uma questão retórica pensando nas pessoas do PSD e do CDS que não estão com estes ladrões. Só isso.

  6. Chuva na viatura parte 2... A vingança! says:

    Gosto pouco de “moralidades selectivas”… E das poucas vezes que comentei uma “nega” é o que levo… Aqui tens “Serafim”…
    Boa viagem… FARISEU!
    EXPULSAR-vos todos era dificil sabes, mas como não vou nessa “NAU CATRINETA” aqui fica o testemunho de quem não se tolda por “ROTULOS EMBERBES” de quem diz sêr, e nada é, além do que até está escrito… 😉

    ” Sabei que antes que odiar-vos a vós, me odiaram a mim.. ”

    http://jas-mim.blogspot.pt/2013/12/a-igreja-portuguesa-e-os-partidos.html

  7. Chuva na viatura parte 3... ! says:

    Mas, um facto curioso é que o CDS-PP, apesar das suas características democrata-cristãs, não é membro da Internacional Democrata Centrista, que reúne os partidos democrata-cristãos e os partidos de ideologia de centro-direita e de centro (ao contrário do CDS, o PSD é membro desta organização política internacional)1 . Actualmente, o CDS é só membro do Partido Popular Europeu e da União Internacional Democrata2 .

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Democracia_crist%C3%A3

    Acho que não preciso de correr um a um destes “democratas cristãos” para te partir a cara à primeira estrofe…

  8. Chuva na viatura parte 3... ! says:

    Portanto deixa-te de rotulos, se quiseres… Englobar “tudo no mesmo saco” é o mesmo que dizeres que eu sou igual a ti, deves achar fariseu, deves achar, não reconheces um verdadeiro nem que te parta a cara…´~

    Quem é quem FARISEU?! Quem é quem?!

  9. Chuva na viatura parte 3... ! says:

    É que depois de um texto tão explicito e do meu ponto de vista extremamente exacto, o detalhe “Democratas Cristãos”… LOL

    Coincidencia no erro, ou AGENDA IDEOLÓGICA de domingo … ?!
    You choose! 🙂


  10. Mas afinal … Quem tem um projecto de desenvolvimento económico-social para Portugal ?

  11. kikas says:

    Quanto á ADSE desde 2011 qq um pode desistir.

  12. Joam Roiz says:

    Continuo a dizer: vamos acabar com o mito de o PS ser um partido de esquerda. Os partidos de esquerda (Bloco e PCP), se na verdade estão interessados na instauração de um socialismo avançado de raiz marxista para o sec.XXI, precisam de o assumir com toda a frontalidade. Isto significa, desde logo, não contar com eventuais resultados eleitorais do PS para reenvidicar no período imediatamente pós-eleitoral pretensas “maiorias de esquerda” (sociológicas ou outras). E significa, também, a urgente necessidade de combate expresso a movimentos divisionistas de cariz pessoal (Livres, Plataformas, etc,etc) que, voluntária ou involuntariamente, acabam por servir o sistema.

Trackbacks


  1. […] bisca nestas coisas para perceber que não é possível pagar a dívida do país e por isso os verdadeiros objectivos dos laranjinhas são outros: privatizar saúde, educação e água; baixar o custo do trabalho e […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.