A Conchita não inventou nada de novo

Foto da estátua exposta no Museu da Diocese de Graz-Seckau, curiosamente, na Áustria.

Foto da estátua exposta no Museu da Diocese de Graz-Seckau. Curiosamente, na Áustria.

Como se pode ver pela imagem, muito antes da salsichada em que a Conchita Wurst parece ter-se metido, o que só lhe traz benefícios, já havia uma mulher jeitosa e barbuda. Mas santa. E ohne wurst…

Comments

  1. Portuguesa, segundo algumas fontes, irmã de S. Comba, chama-se Liberata na península Ibérica.

  2. Escrevi isto, no sábdo há noite, aqui no Aventar:

    Foi impressão minha ou quem ganhou o festival foi uma espécie de Cristo fêmea e cujo desenho de luz e fumo no palco, enquanto cantava, nos remeteu para essa entidade divina, que nos foi transmitida pelos evangelhos e em mais algumas imagens icónicas.

    Ler aqui:
    http://aventar.eu/2014/05/10/conchita-wurst/

  3. russian federation says:

    Graças aos ativistas LGBT, Saint Wilgefortis foi redescoberto e reutilizado como fonte de inspiração para as pessoas a quem é negado o direito de casar com quem quiserem, e são pressionados para esconder quem são. Ativistas cristãos como Kittredge Cherry (jesusinlove.blogspot.com) têm sido fundamentais para fazer isso acontecer.
    Nada de novo.

  4. Orvalho says:

    Antes, muitos antes, tínhamos o João, o Apóstolo querido …

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.