Acção e reacção

A Terceira Lei de Newton será, por ventura, a de mais simples compreensão, ao alcance de todos, mesmo dos que não tenham estudado física: a toda acção há sempre uma reacção oposta e de igual intensidade; ou as acções mútuas de dois corpos um sobre o outro são sempre iguais e dirigidas em sentidos opostos.

Explica coisas complexas, tais como a natureza de algumas respostas.

acção e reacção

Mas não explica tudo, como se comprova pelas declarações de um certo sujeito, que prefere ignorar que a maior actividade de defesa da lei por parte do Tribunal Constitucional tem origem, precisamente, no governo que mais leis inconstitucionais tem, propositadamente, feito.

braga de macedo

Mas além de optar por ignorar a lei da acção-reacção, este filho do poder estabelecido escolhe também desprezar a realidade, pelo menos a realidade que não seja a do seu dia-a-dia.

fortunas portuguesas aumentaram com a troika

Este é o estado da honestidade individual a que chegámos. A mentira e a manipulação grosseira são a base da política portuguesa actual, continuando e aprofundando a estratégia que também foi pilar do anterior governo.

Surpreende alguém que as caravanas estejam sem “povo”?

europeias às moscas

Esse “povo” que é tão querido aos candidatos até ao dia da eleição está-se pouco importando para esse bando que, com ou sem o seu voto, será eleito para o pote europeu. Deviam os eleitores preocuparem-se em escolher quem melhor os represente? Teoricamente, sim. Na prática isso pouco condiciona quem manda na Europa, desde BCE à CE, instituições supra-democracia dos países que a compõe.

Com ou sem votos, com mais ou com menos declarações dos alucinados sobre a maravilha da troika e do amanhã que canta, as prateleiras douradas da política serão inexoravelmente ocupadas. Falta uma semana para a “normalidade” voltar.

Comments

  1. José Peralta says:

    “Sem medo do Povo”, ó melo !

    Sempre o mesmo cómico !

    Em vez de pôrem o coelho e o portas na campanha, mas em almoçaradas em salas fechadas onde é fácil o controlo, ponham-nos ao ar livre, nas arruadas e em feiras e mercados !

    Como dizia “o outro” do concurso televisivo : PÕNHAM ! PÕNHAM !!!!!!


  2. Belo post. E fica o desafio aos eleitores que resposta dão a tanta triste figuras? Assobiam para o lado e vão ao choping? votam no santo da sua devoção independentemente da falta de resposta capaz que tem dado? Acham que os outros é que têm que resolver o assunto? Olhe que a experiencia desta e das outras troikas antes(Já foram três) indica que quem paga as favas somos mesmo nós, e isso não vai mudar nunca!
    Que tal ser activo e votar nem que seja no cão ou no gato e não esperar que “eles” resolvam? ou que depois de tanta porcaria agora melhorem!!


  3. causa-me sempre aquele vómito quando vejo o Braga Macedo a debitar estas merdas, o gajo que usou da sua posição num instituto absurdo para promover a filha que fazia exposições sobre o avô é sempre alguém com muita autoridade moral para falar sobre a condução dos assuntos de estado, enfim…

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.