Repromoção

promocao

Se bem percebi: Carlos Costa fez o que o governo mandou porque entretanto, o entretanto é depois do BPN, a UE mudou as regras impostas aos governos quando lhes caía mais um banco de vígaros.

Vítor Constâncio tanto cumpriu com o BPN as regras do seu tempo que foi promovido a vice-presidente do banco europeu. Carlos Costa ganha outro mandato.

O cargo chama-se governador do Banco de Portugal. Agora riam comigo: de Portugal.

Comments


  1. Além das questões da própria regulamentação bancária (ou falta dela) convém acrescentar a delapidação das reservas estratégicas de ouro, vendidas a mínimos históricos, sem qualquer razão concreta.

  2. Luís Coelho says:

    Este ex-quadro do BCP deixou prescrever, enquanto Governador do BdP, o processo que decorria contra o seu ex-patrão Jardim Gonçalves. Um verdadeiro poço de virtudes

  3. maria celeste ramos says:

    Porque não guardaram as 2bandeirinhas” da Campanha anterior e os outdoor s colando um quadradinho com o “novo ano” de “queremos continuar como sempre fomos mas alguém nos sacou o lugar” E lã vêm uns mihões ara as “papeleiras” e mais esterco nas RUAS – javardos


  4. O Costa foi nomeado pela agremiação do d sebastiao costa, tal como o Constancio. As decisões sobre o BES ao contrario do que a propaganda demagoga gosta de repetir foi decidida “toda” em Bruxelas e pioneira.

  5. NIKO says:

    o favor tem um preço ,nomear novos boys para altos cargos e altamente remunerados ,até porque as finanças têm os cofres cheios .

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.