Cavaco, o político no activo há mais tempo, critica-se a si mesmo.

Cavaco critica discursos miserabilistas dos “agentes políticos”.  30 anos D.C, continua a fazer de conta que não é político.

Comments

  1. Lucina Anjos says:

    O sr cavaco, é cínico, corrupto e incompetente, em vez das criticas demita-se de vez….

  2. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Este é o coveiro de Portugal.
    Inconsistente, incompetente, incapaz de articular palavras e um discurso e o criador de um polvo que o mantém no poder há quase tanto tempo como Salazar.
    Esta figura rodeou-se de um grupo de corruptos que o vêm mantendo no poder, pesem todas as malfeitorias a que vimos assistindo. Diz-me com quem andas … diz o povo.
    Mas na hora de julgar, apontemos o dedo a este povo na sua maioria inculto e estupidificado que foi quem lá o colocou. Este povo que deu a este figurão TRÊS (3) maiorias absolutas. Ele pode ser tudo o que quisermos. Mas o povo é, na sua grande maioria um perfeito bando de carneiros e hoje, têm o que merece.
    E o triste de tudo, a julgar pelas sondagens, é que gostam mesmo do tratamento.

  3. Joaquim Amado Lopes says:

    http://en.wikipedia.org/wiki/An%C3%ADbal_Cavaco_Silva
    http://en.wikipedia.org/wiki/Jer%C3%B3nimo_de_Sousa
    (versões em inglês por serem mais completas, principalmente no caso de Jerónimo de Sousa)

    Mas que os factos não prejudiquem uma boa história. Ou, neste caso, o título de uma boa história. Afinal, não é como se este comentário venha a passar no crivo “anti-fascista”.

    • j. manuel cordeiro says:

      Ó Lopes, que me lembre nunca deixei de lhe aprovar um comentário nos meus posts.

      Quanto ao resto, é preciso fazer um desenho para sublinhar que estou a falar de políticos que passaram pela cadeira do poder?

      • Joaquim Amado Lopes says:

        j. manuel cordeiro,
        Na realidade não posso garantir que tenha sido o j.manuel cordeiro a “adiar indefinidamente a moderação” de posts meus.
        E por que razão os meus comentários ficam a “aguardar moderação”? É o mesmo para todos ou devo sentir-me lisonjeado?

        Quanto a, para fazer passar uma opinião, ser preciso fazer um desenho quando faz uma declaração de facto que é factualmente incorrecta? Apenas posso falar por mim mas sim, ajudava.

        • j. manuel cordeiro says:

          Não acompanho o que se passa nos comentários de todos os posts, pelo que não sei porque é que os seus estão na moderação.

          O Homem, dizem, é um animal político e, neste sentido, até haverá políticos com mais anos da dita do que o Jerónimo ou o Cavaco. Mas há uma diferença de nota entre os dois, que se traduz na passagem pelo poder. No caso de Cavaco, então é notável que este ser procure colocar-se num pedestal de marfim, ao ponto dos outros terem que nascer duas vezes para lhe chegarem aos calcanhares. Enfim.

          Mas sim, para ser completamente exacto, o título deveria dizer “Cavaco, o político no activo, com passagem pelo poder, há mais tempo, critica-se a si mesmo.” E então, acrescentava alguma coisa?

          Mas já que está tão exigente, aproveite para ir comentar a propaganda do PSD que inunda o Facebook com fugas à exactidão bem mais graves do que este detalhe.

          Até lhe dou um ponto de partida.
          https://www.facebook.com/desmontandoapropaganda/photos/a.1583393311944290.1073741827.1583391275277827/1589194024697552/?type=1&theater

          [editado]


          • O JALopes não tinha os comentários sujeitos a moderação. Foi um dano colateral por via de outro Amado. Como não é um cidadão iraquiano, retirei, espero que o outro não regresse.
            E já agora, quanto a moderação de comentários, é um privilégio, por exemplo a palavra aventar está sujeita ao mesmo no Blasfémias e Insurgente.

          • Joaquim Amado Lopes says:

            J.manuel cordeiro,
            Já não tenho a ver com o PSD. Nem sequer sou votante nesse partido, embora António Costa e acólitos estejam a fazer tudo para que volte a ser.

            Quanto a Cavaco Silva e pedestal de marfim, duvido seriamente que Cavaco Silva mereça ser colocado num. A menos que seja comparado com a maioria dos outros políticos (o que não é grande termo de comparação), incluíndo Jerónimo de Sousa.

            Com tudo de mal que Cavaco Silva fez (e também o fez, por acção ou omissão), sempre respeitou os resultados das eleições e as instituições.
            Jerónimo de Sousa, pela ideologia que defende, pelo discurso que tem e pelas acções e comportamentos que defende, é contra a liberdade e a democracia, não tem um pingo de respeito pelos que defendem opções políticas diferentes das dele e, enquanto Secretário-Geral do PCP, usa a CGTP como braço armado desse partido para tentar conseguir por via de chantagem (causando graves prejuízos aos portugueses) e manifestações o que não consegue nas urnas.
            Familiares meus, que o conheceram quando trabalhava na MEC, dizem-me que o “trabalho” dele lá era menos operar máquinas e mais convencer os “camaradas trabalhadores” a fazerem o menos possível e a sabotarem a produção porque “tinham que dar cabo daquilo tudo”. Conseguiram.

          • j. manuel cordeiro says:

            Bem, não sei se terá essa impressão, mas eu nada tenho a ver com Jerónimo ou com o PCP.
            Não conheço Jerónimo de Sousa nem sigo com atenção o discurso. Mas se ele disse isso do dar cabo daquilo tudo, tenho a observar que, sem o dizerem, Sócrates e Passos conseguiram-no. Com a ajuda do Portas, by the way.

Trackbacks


  1. […] Cavaco, o político no activo há mais tempo, critica-se a si mesmo. […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.