“O Eurogrupo é um grupo informal que não está vinculado a Tratados ou a regras escritas”.

Jeroen Dijsselbloem, presidente do grupo informal.
Mais sobre como Varoufakis foi excluído da reunião de ontem, aqui.

Comments


  1. Qual e’ entao a legitimidade de um grupo informal de pessoas, nao eleitas que nao estao vinculadas a regras para decidirem ou vincularem nacoes ao que quer que seja? E’ “porque sim”? Que e’ isso de ser presidente de um grupo informal de pessoas que nao obedecem a regras? Um grupo de amigalhacos que resolve dar cabo das economias de um pais e da sua populacao? Alguem que me explique por favor.

  2. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    O Eurogrupo segue o princípio base dos oportunistas: “Quem parte e reparte e não fica com a melhor parte ou é burro ou não tem arte”. Por isso escrever pode ser complicado.
    O que é evidente é que o Eurogrupo não segue o princípio básico das Organizações: os princípios e procedimentos são definidos claramente, para que todos possam falar a mesma língua. Mas como uns são alemães, outros franceses, outros portugueses, outros gregos, etc, etc, e como falam todos línguas diferentes, compreende-se que não escrevam nada…
    Quando até Marcelo chama a esta gente de “mangas de alpaca”, ficamos conversados …

  3. Alfrod says:

    SE SÃO UM GRUPO INFORMAL SEM OBRIGAÇÃO DE SEGUIR NENHUMA REGRA OU LEI E FORÇAM PAÍSES, UTILIZANDO A CHANTAGEM E O MEDO, A FAZEREM O QUE ELES QUEREM….ENTÃO ESTAMOS EM PRESENÇA DE UM GRUPO COM TODAS AS CARACTERÍSTICAS OFICIAIS, DE UM GRUPO TERRORISTA. A SER ASSIM A JUSTIÇA EUROPEIA, SE É QUE EXISTE, TEM DE URGENTEMENTE INVESTIGAR E MANDAR PRENDER TODOS OS ENVOLVIDOS NESTES GRUPELHOS DE TERRORISMO INTERNACIONAL

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.