Os eleitores obrigam-no a mentir

joao almeida

Parece que se não for assim, arrisca-se a ir para o desemprego. Perdão, para um estágio do IEFP, que isto de ser desempregado começa a ser coisa mais rara do que encontrar marcianos no Entroncamento.

Comments

  1. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Provavelmente a afirmação mais irresponsável de um dos maiores irresponsáveis que nos desgovernam.
    Mais baixo que isto, é mesmo difícil.
    Eles já nem as pensam.
    A impunidade, a estupidez e a irresponsabilidade estão presentes neste verdadeiro conteúdo fecal que muitos dos nossos políticos lançam diariamente pela boca fora.
    E ninguém os corrige: uns porque pensam exactamente assim e outros, porque querem continuar a votar neles.


  2. mas tão, mas tão paneleirinho este PorcoPortas !!

  3. Dezperado says:

    Será assim uma frase tão estupida??? Como é que o Siryza foi eleito? Foi a falar verdade?????? Ou foi a contar o conto de fadas.

    De facto é triste, mas normalmente em democracia, ganha o partido que faz mais promessas ao povo, mesmo sabendo que nao as vai cumprir. E esta tática é usada por todos os partidos, de esquerda e de direita. Basta olhar para todos os programas eleitorais.

    • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

      Estúpida não é. É irresponsável que é bem pior.

      • Dezperado says:

        Ernesto

        Faça o seguinte exercicio, olhe para as propostas eleitorais de cada partido e veja se encontra algum que nao prometa 3 ou 4 coisas que sabe à partida ser impossivel de cumprir.

        http://observador.pt/interativo/guia-eleitoral-2015/#/temas/

        • j. manuel cordeiro says:

          Há uma enorme diferença entre falhar algumas promessas e falhar todas as promessas, que foi basicamente o que o PSD fez.

          Há um fosso entre falhar promessas porque se foi optimista e entre ter consciência da mentira que se está a dizer e avançar com a promessa. É um fosso chamado coluna vertebral, que nem todos têm, como se pode concluir da afirmação deste boy do CDS e de outros que o defendem.

          • Dezperado says:

            “Há uma enorme diferença entre falhar algumas promessas e falhar todas as promessas, que foi basicamente o que o PSD fez.”

            Sim Manuel, basta olhar para os dados economicos, para perceber que falharam tudo, nem uma acertaram……basta ver que o defice no orçamento de estado continua nos 11% como nos deixou o recluso 44. Basta ver que o PIB nao cresce…mas para ver tal coisa, temos de meter a ideologia de parte.

            Falta-nos ainda crescer democraticamente. Continuamos na lógica que a oposição nunca irá dizer que o governo fez alguma coisa boa……não pode dizer, senao parece mal.

            Por exemplo como é que qualifica quando alguem diz que a solução é a “reestruturação da divida”, quando ja vimos que nao depende de nós……acha apenas uma promessa optimista ou quem promete isto tem a total consciencia que nao pode prometer nada.

            Mas não estou a falar só em eleiçoes para o governo, falo em qualquer tipo de eleições…….se nao se promete o que o povo quer ouvir, nao se vai a lado nenhum, o que é pena.

          • j. manuel cordeiro says:

            “Sim Manuel, basta olhar para os dados economicos, para perceber que falharam tudo, nem uma acertaram”

            Pois falharam. É preciso recordar novamente porque é que houve um “ajustamento”? Seja. O objectivo do “programa” era colocar o défice abaixo dos 3℅ e controlar a dívida pública. Falhanço completo.

            Mas o post não é sobre isto e a sua técnica de desviar a atenção é básica e sobejamente conhecida. Em causa está um boy que afirma que mentir conscientemente é válido politicamente. E por acaso, ou não, foi isso que o PSD fez. Vermes!

        • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

          Caro Desperado.
          Não é disso que se fala, nem o post não é sobre essa matéria. É sobre um garoto irresponsável que faz uma afirmação daquela gravidade.
          Eles mentem, porque querem mentir, porque são mentirosos compulsivos e uma cambada de salafrários.
          Também não falei de partidos. Falei daquele garoto que não tem nível absolutamente nenhum porque, não sei se terá entendido, esta gentalha, é quem nos governa.
          Não vou dizer bem do Cavaco, só porque um dia tivemos o Salazar.
          Não confunda a obra prima do mestre com a prima do mestre de obras.

          • Dezperado says:

            Ernesto

            Se o post é só sobre essa personagem, entao concordo consigo.

            Não é personagem que goste, tanto é deputado, como é presidente de um clube, como volta para deputado enquanto faz o seu trabalho no privado.

            Pensei que o post abrangia mais a forma como se faz para ganhar eleições em Portugal.

          • Nightwish says:

            Há partidos que votam e propõem leis de acordo com o seu programa, sabe…

    • j. manuel cordeiro says:

      É. Excepto para os pequenos príncipes do Maquiavel.


  4. O Siryza foi eleito para cumprir aquilo que prometeu…. aquilo que o Tsipras fez ao povo que o elegeu, chama-se traição em qualquer pais, mas como os valores não existem nesta europa… o coitadinho do premir grego é um infeliz…. deixem-me rir…

  5. Orvalho says:

    A caricatura está fabulosa, ombreia até com o restaurado Ecce Homo ..
    e faz lembrar a anedota “…o Senhor pela voz deve ser de Vijeu! / …e o Senhor, pelo nariz, deve ser do Cartaxo !!”

  6. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Sim, Nightwish. E daí?
    Não entendo qual a ligação do que diz com os “eleitores obrigarem os deputados a mentir”.

  7. martinhopm says:

    Mas se põem garotos que ainda não deixaram os cueiros em funções de responsabilidade o que é que esperavam? Dali ou entra mosca ou sai asneira…para não dizer merda! Até quando vamos aturar este tipo de gente nos comandos do país?! Arre, badamerda, chiça!

Trackbacks


  1. […] Lá está: chega o momento em que o superior interesse do partido obriga o fanfarrão a engolir meia-dúzia de sapos. Afinal, a peste grisalha tem as suas vantagens. Ainda que, no entendimento da coligação que o recolocará no Parlamento, esteja a precisar de levar com mais um corte, na ordem dos 600 milhões de euros. Mas isso de pouco importa, toda a gente sabe que o que esta malta diz não é necessariamente para levar a sério. Que o diga João Almeida. […]


  2. […] não sabia ao que ia. Uma desculpa fácil que convence adeptos fanáticos e uns quantos patetas. João Almeida bem tentou avisar que isto só lá vai a mentir aos eleitores mal a malta não quer […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.