Je suis Gleydson Carvalho

Gleydson Carvalho

Gleydson Carvalho, jornalista brasileiro da Rádio Liberdade FM, conhecido por denunciar políticos locais envolvidos em casos de corrupção, foi ontem à noite assassinado no estúdio onde trabalhava.

Muito mais do que ser Charlie, não tenho dúvidas absolutamente nenhumas de que sou Gleydson. Aqui não existem fanáticos ignorantes movidos por uma violência que nem eles compreendem. Tratam-se de castas políticas criminosas que, quais máfias modernas, mandaram abater uma voz incómoda que não satirizou crenças ou questionou dogmas, denunciou apenas a gestão danosa de algo que também era dele. Será que os hipócritas voltam a sair à rua?

A corrupção instalada nas cúpulas partidárias e governamentais de uma considerável fatia do globo atinge hoje níveis que, noutros tempos, poderia ter levado a levantamentos populares furiosos. Na era das redes sociais e da partilha de informação à velocidade da luz, essa escumalha parasitária vê o cerco apertar-se e, à falta de alternativas, aposta no medo e na violência. Será que, tal como a versão martelada da língua portuguesa, também chegará o dia em que importaremos este tipo de práticas? Corrupção política generalizada e impune já temos. Escumalha parasitária política também.

Comments

  1. Joao Jose Tavares Capelo says:

    Que os assassinos tenham o mesmo fim. Mortis


  2. Apoio a 100%. Estes cães deviam ser bem castigados, mas tratando-se do Brasil ou Mexico…. felizmente que vivemos na UE

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.