“Já não estamos sós”

A carta em que Luaty Beirão anuncia o fim da sua greve de fome.