(Quase) crime, disse ele


UPNRS

Pedro Passos Coelho convidou António Costa a exercer o seu mandato de primeiro-ministro com outra serenidade e a escolher melhor as palavras que utiliza. Como se a política portuguesa fosse serena e feita apenas de floreados. Veio isto a propósito das seguintes declarações do primeiro-ministro:

O PSD não tem a menor credibilidade para falar em matéria de sistema financeiro. O PSD para encenar uma falsa saída limpa do ajustamento escondeu o BES, escondeu o Banif e escondeu tudo o que pôde esconder.

referindo-se à preocupação manifestada por Passos Coelho sobre a situação “inaceitável” da CGD.

Deixo os bancos para outra altura. Muito haverá a dizer sobre eles, da crise na Caixa ao mercado de transferências deste Verão, de onde destaco a assinatura do melhor mordomo do mundo por aquele banco que ajudou a Grécia a aldrabar a União Europeia para aderir ao euro, um tremendo sucesso como é sobejamente conhecido. Contudo, não deixa de ser irónico que o convite de Passos surja na sequência de declarações em que Costa, nem de propósito, mais não disse do que verdades. Seja sobre a encenação da saída limpa suja, seja sobre a trapalhada no BES, seja pela gestão (quase) criminosa do dossier Banif. Sim Passos, tu e a Maria Luís rebentaram com os bancos e já só mesmo os “patetas alegres” é que acreditam nos vossos embustes.

Hoje, porém, o tema são as regras de boa educação na política. O líder do PSD, que pediu a Costa mais serenidade e melhor escolha de palavras, é alguém que, em entrevista publicada na passada semana no DN, afirmou que “O governo tem o dever de cumprir a legislatura que roubou“. Dias depois, o mesmo Passos Coelho afirmou que o que se passa no Novo Banco é “quase criminoso“. Eis pois, o conceito de “melhor escolha de palavras” para o ressabiado líder da oposição: o normal funcionamento da democracia representativa é um roubo e aquilo que se passa no Novo Banco, apesar de ter sido sob a sua batuta que tudo se desenrolou, é “quase criminoso“. Depois disto, penso que os vencedores do prémio Cara de Pau 2015 irão, sem dificuldade, revalidar o título em 2016. Sem um pingo de vergonha na cara.

Fotomontagem via Uma Página Numa Rede Social

Comments

  1. Anónimo says:

    Depois da corja de aldrabões e criminosos que desgovernaram Portugal, incluindo o Passos Coelho e a sua “troupe” de delinquentes (tropa fandanga), o discurso inteligente, honesto, e rigoroso, de António Costa, é um bálsamo para a alma dos portugueses.

    Depois do assalto e do roubo, os cidadãos esperam que os gatunos sejam presos, julgados, e que devolvam os bens que roubaram aos portugueses. Assim se faria Justiça.
    Os inquéritos parlamentares são importantes, mas não têm consequências.
    Que é mais aterrador? A impunidade dos criminosos ou a tolerância da vítima?
    Que povo é este que festeja ser campeão de futebol, mas que tolera ser sistematicamente sacrificado pela gatunagem? E que elege as associações de gatunos, num processo viciado, alegadamente democrático?
    Somos campeões de quê?
    Pois que viva a Islândia.

  2. O mundo está cheio de coisas bonitas e de gente boa e inteligente.
    Por que razão havemos de desperdiçar um só minuto da nossa vida com o senhor Monte-de-Merda Coelho???

  3. J.Pinto says:

    “…de onde destaco a assinatura do melhor mordomo do mundo por aquele banco que ajudou a Grécia a aldrabar a União Europeia”

    A sério? Reconhece isso? Se aquele banco ajudou a aldrabar, a Grécia aldrabou, certo? Políticos são todos muito coerentes (Passos Coelho, António Costa e outros), mas você dar um prémio de coerência e agora, sem querer, vir dizer o que nunca foi capaz de dizer também é muito coerente…..

  4. J.Pinto says:

    Não percebeu? Deixe lá. Raciocine um pouco e chegará lá facilmente…

    Relacione as seguintes palavras: “culpa”, “Grécia”, “aldrabar” e relacione estas palavras com o que tem escrito sobre a Grécia….

    • Relacione lá você J. Pinto. Ilumine-nos a todos com a sua sapiência.

      • Nightwish says:

        Não percebe ainda, João? Os gregos, como os portugueses, são uma raça menor de homens e merecem morrer à fome, excepto aqueles que vão trabalhar para a Alemanha com ordenados miseráveis para empobrecer os locais. Qual é a dúvida?

    • Nascimento says:

      Então é assim:eu enrabo-te e já somos dois enrrabados.?ou será que és tu quem fica com o dito a arder?😋 lindinho.Realmente os políticos podem continuar sempre a ser aldrabões.Não falta quem fingido (mal)criticá-los os apoiem.A culpa é da Grécia.Do povo.Ou lá o que isso seja ou signifique.Os ranhosos dos pobres tem e sempre terão”culpa” de querer um pouco Mais ☺ !E existem sempre filhos da puta a lembrar que ha o livre arbítrio.Para esses filhos da puta aconselha-se Byron 😈!Percebes Pintinho?

      • J.Pinto says:

        Coitadinhos dos gregos….são vítimas do sistema….

        Relativamente à tua linguagem, não responderei.

        Tenho a certeza que também deves ser dos que nunca fizeram nada na vida. Deves viver de rendimentos (dos outros, claro; que nem inteligência para ganhar os teus próprios rendimentos deves ter – basta ver o teu tipo de linguagem para perceber que és um coitado…). Também é muito provável que sejas dos que trabalham apenas 35 horas…

        Tempo para escrever e chamar nomes aos que te pagam a sobrevivência não te deve faltar. Lendo a tua primeira frase percebe-se logo onde é que costumas andar….

        • Nascimento says:

          A gajos como tu respondo com o grande Bocage:” rapazinho como tu,lavadinho, todo nu…😋!
          Quanto a trabalho e passar pelo pão que o diabo amassou,nem te “explico” meu f.da p.😜.E para bebés chorões de direita: Chupeta com M.😋…

          • J.Pinto says:

            És o maior. Quando for grande quero ser como tu.

            Não te trates.

            Bela linguagem….

            Sois uns merdas que vos escondeis atrás de umas teclas de computador. Desabafais nas teclas do computador toda a vossa impotência e falta de inteligência.

          • J.Pinto says:

            Ah…. já me esquecia.

            A partir de agora vais ficar a teclar sozinho… gajos como tu não também não merecem mais do que o “pão que o diabo amassou”, como tu referiste.

  5. anónimo says:

    A associação de criminosos reúne-se hoje no almoço de homenagem ao cabecilha Cavaco Silva.
    O “núcleo duro” da organização é a criminosa Leonor Beleza.
    A impunidade e o descaramento destes gatunos e assassinos é uma afronta à Humanidade e à Justiça.

    • anónimo says:

      Como homenagem, a SIC está a dar um programa sobre a “vida selvagem” dos abutres.

    • Exactamente! Essa Leonor Beleza, num país a sério e não nesta república dos bananas, estava a ver o sol atrás das grades.
      O Cavaco preso estaria também, mais os seus amiguinhos corruptos.
      Mas isso seria num país onde houvesse justiça a funcionar e os tribunais não existissem apenas para julgar os pobres.

  6. Anti-pafioso says:

    Coitado do menino Pedro ,ainda não se convenceu que já não é 1º Ministro.Tanta raiva que até dá dó . Pobrecito.

Trackbacks

  1. […] derrubar a legislatura, não roubá-la. Acho que devemos um pedido de desculpas ao antigo primeiro. Eu pelo menos devo. Desculpa Pedro, estive mal. Perdoas-me ou tenho que puxar do teu historial de embustes pelos quais […]

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s