Porque mentiu Paulo Núncio?


pn

Quando o caso emergiu, Paulo Núncio tentou atirar as responsabilidades para a Autoridade Tributária (AT). Porém, rapidamente foi desarmado pela AT, que explicou que a publicação dos dados referentes a transferências offshore para 2011 dependiam da autorização e de um despacho governamental. A situação manteve-se durante toda a vigência do mandato do ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais (SEAF).

Encostado à parede, Núncio lá teve que dar razão à AT e assumir a responsabilidade política pela não publicação dos dados em causa, remetendo Luís Montenegro e a sua indignação de ocasião para o embaraço total, o que é sempre bonito de se ver. Para a história fica uma atitude soez e indigna do antigo SEAF, que tentou esquivar-se às suas responsabilidades, nem que para isso fosse necessário queimar a AT. E fica também o triste papel protagonizado por Passos Coelho, mais um, quando por estes dias afirmava, convicto, não estar em causa qualquer tipo de responsabilidade política. 

Mas a história não fica por aqui. E não fica por aqui porque, segundo o insuspeito Observador, Paulo Núncio afirmou, no início da semana passada, que desconhecia o caso das transferências não divulgadas para offshores. Porém, durante a sua audição no Parlamento, o agora ex-dirigente do CDS-PP apresentou uma nova versão dos factos, segundo a qual não só estava por dentro do caso como teve dúvidas sobre se devia ou não publicar as estatísticas, não fossem elas beneficiar os infractores. Escusado será dizer que Paulo Núncio mentiu. Resta saber porquê. E a julgar pela determinação com que a Caranguejola se vai enterrando, não deve demorar muito. Assunção Cristas que o diga.

Fotomontagem via As minhas insónias em carvão

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    Paulo Núncio não mentiu. Apenas estava atrasado em relação à linha da bola, e para não beneficiar o infractor resolveu deixar seguir a jogada para golo.
    Nada a que não estejamos habituados nas disputas futebolísticas, cá da nossa terra.
    Afinal, a politica não é mais ou menos como no futebol, onde uns são quase sempre beneficiados pelas arbitragens, (os grandes) e os outros, a maioria dos que lutam para não descer de divisão (as classes mais baixas), quase sempre prejudicados por erros grosseiros?
    É a vida, João!

  2. joão lopes says:

    utilizando os termos do junker,o cds já cheira a merda há muito tempo:submarinos,jacintos e 10.000 de euros a voar,e a dona cristas sempre de nariz arrebitado,ou seja uma direita catolica muito hipocrita,mesmo.

  3. Que nos livrem de fascistóides engravatados... says:

    O CDS cheira a merda ?
    Balha-me Deus…!
    Temos de dizer ao PP para lavar o Olhómetro!

  4. Paulo Marques says:

    É como a história do escorpião e do sapo, está-lhes nos genes.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/O_Escorpi%C3%A3o_e_o_Sapo

  5. Ana Moreno says:

    O que eu gostava de saber é se à responsabilização se segue a penalização; basta dizer sim lamento, erro meu e já se sai com a benção??? De que serve então todo este alvoroço?

Trackbacks

  1. […] 10 mil milhões de euros, com a ajuda do BES, que curiosamente foram parar ao offshore do Panamá. Os tais 10 mil milhões que levaram Núncio a mentir descaradamente ao país. E para que não restem dúvidas quanto à imparcialidade desta informação, a notícia chega-nos […]

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s