Aguarda-se a defesa da ex-colega Cristas


​Ao que o PÚBLICO apurou, Paulo Núncio criou empresas na Zona Franca da Madeira (ZFM), para a qual trabalhou durante dez anos, como fiscalista. Este dado é relevante uma vez que a publicação de dados sobre a Madeira foi a única dúvida oficial levantava por Núncio para não publicar dados sobre offshores.
(…)
Paulo Núncio foi, entre 1997 e 2007, advogado fiscalista da MLGTS Madeira Management Investment SA, uma empresa do universo da sociedade de advogados Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva Associados, que continua a operar no Funchal e que prestava serviços de assessoria jurídica às empresas sediadas no Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM). Nessa época, era o responsável pelo escritório local da MLGTS e, apurou o PÚBLICO junto de empresas do sector, esteve ligado ao registo de cerca de 120 novas sociedades, numa altura em que zona franca madeirense funcionava também como praça financeira. [PÚBLICO, MÁRCIO BERENGUER e LILIANA VALENTE, 12/03/2017]

Ah!, afinal a cavaleira da triste figura já saiu em defesa dos seus moinhos de vento.

No limite se nós acharmos que ninguém pode ter uma vida profissional antes de cargos governativos, então vamos ter um problema muito grande porque só podem ser governantes professores, académicos, professores de liceu e gente que não tem uma vida privada. Vale a pena perguntar se é o sistema que nós queremos e se é essa democracia que queremos construir

Não tem problema algum em meter a raposa a guardar o galinheiro. Mas quando as galinhas aparecem mortas há um suspeito imediato. Claro que pode-se cair numa acusação injusta e ser o milho transgénico a se metamorfosear durante a noite, limpando o sebo aos galináceos. É um mundo de possibilidades, se bem que nem todas com a mesma probabilidade.

Comments

  1. Claro que a garotada que anda lá pelo CDS não dá ponto sem nó. Cá fora fazem o papel de padres ao serviço de inconfessáveis interesses. Depois, sempre às cavalitas do PS ou do PSD, acedem aos governos, fazem o papel de sacristães. Sempre sob o lema não olhem para o que faço nem para o que fiz. Como sabemos a demagoga de serviço, o Portas, agora de saias, a “tia” Cristas mais uma vez tenta confundir as pessoas dizendo que mal fora as pessoas quando vão para os governos não terem exercido outras funções (???) A questão não é essa nem pode ser posto dessa demagógica forma, o real e verdadeiro problema é que não é minimamente sério andar cá fora a abrir covas para depois quando vão para os governos, os miúdos do CDS, empurrarem os interesses do país para essas covas que previamente ajudaram a cavar bem fundas, quando navegavam em promíscuos interesses privados. Esse tem sido o brilhante trabalho do CDS. É preciso que o povo madeirense tenha consciência que o offshore da Madeira foi uma excelente ideia para o CDS e seus patrões, onde centenas de empresas estavam registadas numa sala de 100 metros quadrados (a célebre suite 605) e que contribuíram para lavagem e fugas de milhões aos impostos e que fustigaram terrivelmente não só Estado Português continental como também os próprios madeirenses que pelo facto da existência desse offshores perderam milhões de Euros dos fundos Europeus que serviriam para desenvolver a Madeira e que pelo facto da existência desse offshore deixaram de ter direito a essas verbas. Foi portanto mais um descarado roubo ao povo madeirense em nome dessa corja que só não tem dinheiro para pagar salários justos mas não lhe falta dinheiro para ilegalmente o mandar para offshores servindo-se destes serventuários do grande capital que quando podem, para melhor o servir, vestem o papel de governantes. Se houvesse seriedade política e pessoal nunca ele (com este curriculum) nem o CDS deviam aceitar o cargo de Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais. Esta gente não tem escrúpulos, tal como a mulher de César não lhe basta ser sério teriam que também o parecer.

  2. Eu mesma says:

    Tradução: “Isso Agora Não Interessa Nada”, por Assunção Teresa Cristas Guilherme.

  3. martinhopm says:

    A betinha boquinha gulosa continua a arengar nos prestimosos e subservientes ‘media.! Até quando?

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s