A Repsol e as bicicletas

repsol_bicicletas

Será que a Repsol se esquece que a grande maioria dos ciclistas têm também automóvel, onde muitas vezes fazem centenas de quilómetros com a bicicleta no seu interior para participar em eventos desportivos, tendo de o abastecer? 

 Rui Sousa

Durante muitos anos, quer em Portugal quer na Europa, a prioridade foi o automóvel.
Para ligar as principais cidades, construíram-se auto-estradas e vias rápidas que permitem agora viajar em segurança e com maior rapidez. Dentro das cidades, ao maior aumento do uso do automóvel, as autoridades locais responderam com vias rápidas, auto-estradas urbanas, parques de estacionamento em altura ou subterrâneos, grandes rotundas e uma complexa rede de semáforos geridos centralmente.
Os rendimentos das famílias aumentaram e o automóvel felizmente deixou de ser um bem acessível apenas a uma minoria abastada. [Read more…]

Ui que facada no milagre das exportações!

Repsol deixa de comprar gasóleo em Sines” [Expresso]

PPP e o Petróleo Argentino, um combustível original

Uma PPP, sabe-se, é  suportada por contratos legais, fortemente blindados. Independentemente dos serviços abrangidos, vias de comunicação, transporte, unidades de saúde ou outros, é objectivo dominante o sector público garantir resultados lucrativos aos privados, sob esquemas e condições pré-estabelecidos na blindagem contratual.

Portugal, infelizmente, tornou-se um ávido e insaciável utilizador do modelo, desde os tempos de Cavaco Silva, apontado como excelente aluno de Margaret Thatcher, a fundadora e catedrática na matéria, na Europa e no Mundo.

Sabemos, pois, o que é de facto uma PPP e que esta não tem a mínima analogia com processos de nacionalização ou de privatização. Apenas por desconhecimento ou má-fé, se pode afirmar que renegociar PPP é equivalente à deliberação da Presidente Argentina nacionalizar 51% de capital da YTF, propriedade da Repsol. Mas a manifestação de falta de bom senso ainda se torna mais acentuada, quando o autor reincide num raciocínio idêntico em relação à Venezuela. A mistura de PPP com Petróleo Argentino já seria um combustível original, para fazer arder a paciência a alguém ajuizado. [Read more…]

Também há ministros à rasca

Esperamos que esto no sea el principio de una escalada”, disse Juan Manuel Soria, ministro do governo empossado pelo assassino de elefantes perante a nacionalização do saque da Repsol à Argentina.